Panorama de Mercado 24/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR ⬆0,75%  💱 🇪🇺EURO ⬆0,40% 🗞 .

 

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Após uma longa e tumultuada sessão observada ontem junto a Comissão de Constituição e Justiça, CCJ, o Planalto conseguiu superar a fase de admissibilidade, do texto alterado, da nova previdência. A oposição composta por PT, PDT, PSB, PCdoB, PSOL e Rede pretende recorrer ao STF para anular a sessão argumentando que qualquer proposta legislativa que impacte nas contas públicas deve ser embasada em estudos dos quais eles não tinham conhecimento. Contudo, as atenções vão em direção à comissão especial, que julgará o mérito da proposta, onde certamente os embates serão mais acalorados, o que demandará uma capacidade estratégica mais cotegórica por parte do governo, a fim de aproximar de si o chamado centrão, peça chave nesse jogo político, e que ainda não aderiu de maneira clara se de fato se comportará como centro-direita. Fato é que dificuldades vem pela frente, e os mercados ficam atentos a temas que podem desidratar a nova previdência, enquanto o governo segue produzindo divisões em momento inadequado, vide ataques do filho do presidente da república, Carlos Bolsonaro, ao vice-presidente, General Mourão. Ano de ruídos políticos e alta volatilidade ao sabor das notícias. A comissão especial deve ser constituida até o final desta semana, porém as primeiras discussões devem acontecer no início de maio. O Banco Central segue realizando leilão de swaps, a fim de rolagem de vencimentos, e oferta 5.350 contratos para essa finalidade. A pouco saiu avaliação do governo Bolsonaro, encomendada pela confederação nacional da indústria, onde 35% dos entrevistados pelo Ibope avaliam o governo como ótimo/bom, 31% consideram regular, e, 27% ruim e péssimo. Já 51% aprovam sua maneira de governar. No exterior a confiança empresarial Alemã demostrou queda, enquando o BC Chinês passa a impressão de que pode diminuir seus estímulos na região.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR   INDEX: 0,15%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR MAIO:  0,68% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou ontem a noite por 48 votos a 18 o parecer que considera constitucional a proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro ao Congresso. PT, PDT, PSB, PCdoB, PSOL e Rede, anunciaram que vão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para anular a sessão, argumentando que o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), ignorou requerimento para suspender a tramitação da matéria por 20 dias, conforme prevê a Constituição para qualquer proposta legislativa que tenha impacto nas contas públicas e não apresente estudos que a embasem. A comissão especial que julga o mérito da proposta, onde certamente as discussões serão mais acaloradas, deve ser constituida até o final desta semana, contudo a primeira reunião tende a ser em 07/05.

 

Na agenda externa, A confiança empresarial alemã se deteriorou em abril, contrariando as expectativas de uma pequena melhora, uma vez que tensões comerciais afetaram o motor industrial da maior economia da Europa, deixando a demanda doméstica como sustentação do crescimento. O instituto econômico Ifo informou que seu índice de clima de negócios caiu a 99,2 em abril de 99,7 março. A expectativa era de alta para 99,9. Os exportadores alemães enfrentam dificuldades com a demanda mais fraca do exterior, tensões comerciais provocadas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a incerteza devido à saída planejada do Reino Unido da União Europeia.

 

                              

Nas Bolsas, Os principais índices acionários da China registraram leve alta nesta quarta-feira, recuperando perdas anteriores, uma vez que os ganhos nas ações de tecnologia compensaram as preocupações de que o banco central pode reduzir o escopo de mais afrouxamento monetário. Os índices chegaram a cair 0,9 por cento no início do pregão, depois que o Banco do Povo da China injetou fundos em alguns bancos comerciais através de seu instrumentos de empréstimo direcionado de médio prazo. A medida reforçou a visão de que o banco central deve dar uma pausa em qualquer estímulo —como cortes de compulsório — após recentes sinais de melhora na segunda maior economia do mundo.

 

Nos Estados Unidos, Apenas estoques de petróleo formam a agenda.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 23/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR   0,02% 💱 🇪🇺EURO   0,20%  🗞 .

 

No mercado de câmbio:  Dólar abrindo próximo a estabilidade no início dos negócios. Atenções voltadas para a Comissão de Constituição e Justiça, CCJ, que nesta tarde a partir das 14h volta a buscar entendimento para aprovar a admissibilidade do texto (que deve sofrer alterações) da nova previdência. Espera-se que a condução a ser dada pelo presidente da sessão não permita tumultos como os observados no último encontro, que acarretaram no adiamento da votação. Em relação as modificações, o que se comenta é que nesta fase, os pontos alterados não seriam capazes de preocupar o governo em relação à sua meta de economizar R$ 1 trilhão em 10 anos. Já na comissão especial, onde a desidratação fiscal pode acontecer, reside o real perigo à proposta. Certamente a oposição tentará obstruir a sessão, afinal ela pleiteia de forma procrastinatória, a quebra do sigilo que esclareceria os estudos sobre as novas regras de aposentadoria, liberação que o Planalto promete para quinta-feira, assim que o tema superar a fase atual. Vale observar então qual será a postura do chamado Centrão, que tem utilizado de estratégias para conseguir alterações que julga necessárias nesse momento, condicionando seu apoio conforme seus interesses, nem sempre aceitáveis. Só pra lembrar esta comissão está tratando apenas sobre a admissibilidade da proposta, e não o mérito, que será debatido na comissão especial. No exterior, diante de uma agenda fraca, os Estados Unidos divulgam às 10h45 dados preliminares do setor de serviços em abril e, às 11h o setor imobiliário esclarece a venda de novas casas referente ao mês de março. Já na zona do Euro sai a confiança do consumidor às 11h. O Banco Central realiza rolagem do vencimento de maio, de swaps, e continua ofertando 5.350 contratos para essa finalidade nesta manhã.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR   INDEX: 0,12%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR MAIO:  0,15% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, Representantes de caminhoneiros autônomos afirmaram na noite de ontem terem fechado um acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que atendeu demandas da categoria e, dessa forma, vão recuar da intenção de alguns deles de deflagrar uma greve dos transportadores na próxima semana. Ao fim do encontro, na sede do ministério em Brasília, representantes disseram que será divulgado até o fim desta semana o reajuste da tabela do piso mínimo do frete de transporte com o objetivo de compensar o aumento de 10 centavos de real no litro do óleo diesel recentemente anunciado pela Petrobras.

 

 

Na agenda externa, A zona do euro divulga as 11h a confiança do consumidor referente ao mês de abril.

 

                              

Nas Bolsas, Os mercados acionários chineses terminaram em baixa a sessão desta segunda-feira, ampliando o forte recuo do dia anterior, com investidores preocupados que Pequim possa desacelerar o ritmo do afrouxamento monetário após desempenho econômico mais forte do que o esperado. Bolsas europeias em baixa.

 

Nos Estados Unidos, às 10h45 saem dados preliminares do setor de serviços em abril e, às 11h o setor imobiliário divulga a venda de novas casas referente ao mês de março.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 22/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ⬇ ➖0,18%  💱 🇪🇺 EURO ⬇  ➖0,11%  🗞

 

No mercado de câmbio:  Dólar operando em baixa no início dos negócios. Em compasso de espera pela aprovação do texto referente a reforma da previdência, que virá com alterações amanhã na CCJ, os mercados operam direcionados pelo comportamento da moeda no exterior. Hoje o boletim Focus do Banco Central trouxe as seguintes estimativas para o final de 2019:IPCA: 4,01%, PIB: 1,71% de 1,95%, USD: 3,75 de 3,70, Selic: 6,50%,PROD.INDL.: USD 1,70% de 2,30%, Investimentos diretos no país: USD 81,89 Bilhões e Superávit da Balança Comercial: USD 50 Bilhões. O petróleo acaba sendo um catalisador importante em um dia de agenda relativamente fraca. A Casa Branca anunciou que compradores da commodity iraniana precisam encerrar as importações em breve ou devem enfrentar sanções, com isso os preços tocam a máxima de 2019, beneficiando moedas emergentes. Vale ressaltar que alguns mercados europeus continuam fechados nesta segunda-feira, e a agenda reserva dos Estados Unidos dados preliminares do setor industrial referente ao mês de abril e as vendas de casas usadas de março, entre 10h45 e 11h respectivamente. Já o Banco Central Brasileiro continua rolando vencimentos de swaps, e oferta 5.350 contratos para essa finalidade entre 11h30 e 11h40.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR   INDEX: -0,13%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR MAIO: 0,18 % (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, em compasso de espera pela aprovação do texto referente a reforma da previdência, que virá com alterações amanhã, os mercados operam direcionados pelo comportamento da moeda no exterior. Hoje o boletim Focus do Banco Central trouxe as seguintes estimativas para o final de 2019:IPCA: 4,01%, PIB: 1,71% de 1,95%, USD: 3,75 de 3,70, Selic: 6,50%, PROD.INDL.: USD 1,70% de 2,30%, Investimentos diretos no país: USD 81,89 Bilhões e Superávit da Balança Comercial: USD 50 Bilhões. O petróleo acaba sendo um catalisador importante em um dia de agenda relativamente fraca. A Casa Branca anunciou que compradores da commodity iraniana precisam encerrar as importações em breve ou devem enfrentar sanções, com isso os preços tocam a máxima de 2019. Vale ressaltar que alguns mercados europeus continuam fechados nesta segunda-feira, e a agenda reserva dos Estados Unidos dados preliminares do setor industrial referente ao mês de abril e as vendas de casas usadas de março, entre 10h45 e 11h respectivamente. Já o Banco Central Brasileiro continua rolando vencimentos de swaps, e oferta 5.350 contratos para essa finalidade entre 11h30 e 11h40.

 

 

Na agenda externa, A China deve ajustar a política monetária de forma preventiva, baseada no crescimento econômico e nas mudanças de preços, disse a agência oficial de notícias Xinhua nesta segunda-feira, citando uma reunião comandada pelo presidente Xi Jinping.

Os contratos futuros do petróleo avançavam para as máximas de 2019 com os Estados Unidos pressionando as exportações iranianas, o que tende a apertar a oferta global. A Casa Branca anunciou que compradores de petróleo iraniano precisam encerrar as importações em breve ou enfrentarão sanções.

 

                              

Nas Bolsas, O mercado acionário da China caiu na sexta-feira da máxima em 13 meses, registrando a pior sessão em quase quatro semanas, uma vez que declarações levantaram os temores de investidores de que Pequim vai desacelerar o ritmo de afrouxamento monetário após alguns sinais de estabilização. A China vai manter o suporte para a economia, que ainda enfrenta “pressão de baixa” e dificuldades após crescimento melhor do que o esperado no primeiro trimestre, disse na sexta-feira o politburo, importante órgão de decisão do Partido Comunista.

 

Nos Estados Unidos, dados preliminares do setor industrial referente ao mês de abril e as vendas de casas usadas de março, serão divulgadas entre 10h45 e 11h respectivamente.

 

Fonte: Reuters.

 

PRINCIPAIS CUIDADOS COM A TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA INTERNACIONAL

0

89

Especialmente quando não se tem muita experiência, é de suma importância que ao realizar uma transferência bancária internacional, o indivíduo leve em conta alguns cuidados para que não se obtenha algum tipo de ônus.

 

Além de possíveis cobranças de taxas, é comum o fato de que, ao não proceder com a transação financeira de forma assertiva, ocorram prejuízos em relação à cotação da moeda internacional, por exemplo.

 

Quais os principais cuidados a se tomar, no momento de realizar uma transferência bancária internacional? Te contamos a seguir, acompanhe!

 

Transferência bancária internacional: principais tributos

 

É de suma importância manter a cautela quando for necessário realizar uma transferência bancária internacional, para que se escape de tributos.

 

Um cuidado dos mais básicos a se tomar, diz respeito a alíquota do IOF que deverá ser paga. Ela varia de acordo com a finalidade da transferência.

 

Se você informar à instituição financeira, por exemplo, que a transação se trata de “Manutenção de residentes no exterior”, o IOF fica em 0,38%. Porém, no caso da transferência ser do tipo “Disponibilidade no exterior”, que consiste no envio de recursos destinados à sua própria conta bancária no exterior, a incidência do imposto é de 1,10%.

 

Diante de tal situação, no caso de dúvida, a melhor alternativa é buscar a consultoria de uma empresa corretora especializada em câmbio e operações afins. Dessa forma é possível para obter a melhor orientação e evitar pagar mais do que o devido em taxas.

 

Transferência bancária internacional: faça somente com uma instituição autorizada pelo Banco Central

 

Não é apenas o IOF e taxas que podem trazer ônus a você, na ocasião de transferir recursos para o exterior.

 

Infelizmente, há uma série de indivíduos que aplicam golpes, estelionatos e fraudes, especialmente em relação a este trâmite.

 

Ao realizar uma transferência de recursos para outro país, procure ter o máximo de informações referentes à instituição responsável e se certifique de que ela é autorizada pelo Banco Central para realizar a operação, caso da Advanced Corretora, por exemplo.

 

Dúvidas? Estamos aqui para lhe esclarecer qualquer questionamento referente a tema, entre em contato conosco!

 

Panorama de Mercado 18/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ⬇ ➖0,25%  💱 🇪🇺 EURO ⬇  ➖0,60%  🗞 .

 

No mercado de câmbio:  Dólar operando em baixa no início dos negócios. Com a folga política, após os capítulos digamos, contestáveis, observados na sessão de ontem na Comissão de Constituição e Justiça, que além de demonstrarem a fragilidade estratégica do governo, que havia declarado que colocaria o texto da reforma em votação e recuou postergando para a próxima terça-feira sua aprovação, espera-se cautela por parte do investidor nesta véspera de feriado. O cenário natural de barulho por parte dos oposicionistas e ameaças do Centrão, bloco formado por PR, PP, DEM, PRB, Podemos e Solidariedade, era até previsto, nesse jogo político, o que não era foi a possibilidade aberta de alterações no texto já nesta fase. Mas hoje é interessante observar a atitude da Petrobrás em direção à sua autonomia e alinhamento aos preços internacionais, ao divulgar um aumento menor no preço do diesel, de 4,8%, fato que pode diminuir as dúvidas em relação à interferências políticas na estatal. Outra divulgação importante, foi a de que o leilão da cessão onerosa, que pode atrair petroleiras globais, foi marcado para 28 de outubro, e pode render aos cofres aproximadamente R$ 100 bilhões. No exterior, a zona do euro continua demonstrando desaceleração em seu crescimento industrial. Já nos Estados Unidos, as vendas no varejo, tiveram março a maior alta em um ano e meio, subindo 1,6%, indicando crescimento econômico. Também saíram os novos pedidos de auxílio desemprego, que na última semana, caíram ao nível mais baixo desde setembro de 1969, mostrando força, em informações que podem dissipar dúvidas a respeito do crescimento da maior economia do planeta.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR  INDEX: 0,35%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR MAIO: -0,06% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que não foi “atingido” em sua autonomia no episódio em que o presidente Jair Bolsonaro agiu para evitar alta do preço do diesel pela Petrobras, acrescentando que Bolsonaro “levantou a sobrancelha” sobre o tema de privatizar a petrolífera, num indicativo de menor resistência a essa ideia.

 

Na agenda externa, As empresas da zona do euro começaram o segundo trimestre com contração, com o crescimento desacelerando inesperadamente de novo uma vez que a demanda praticamente não aumentou apesar das altas de preços mais modestas. Os dados foram divulgados uma semana depois de o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, ter levantado a perspectiva de mais suporte para a economia da zona do euro se a desaceleração persistir. O PMI Composto (indústria e serviços) preliminar do IHS Markit caiu a 51,3 neste mês de 51,6 em março. A contração foi novamente liderada pelo setor industrial. Embora o PMI do setor tenha subido a 47,8 de 47,5 em março, chegou ao terceiro mês seguido abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração.

O banco central do Japão deve projetar na próxima semana que a inflação do país permanecerá abaixo da meta de 2 por cento até o ano fiscal que termina em março de 2022, um sinal de que seu estímulo não será retirado em um futuro próximo.

 

                              

Nas Bolsas, O índice acionário de Xangai recuou da máxima de fechamento de 13 meses e terminou em queda nesta quinta-feira, uma vez que investidores travaram ganhos após o forte rali sustentado por sinais de recuperação econômica. A economia da China repetiu no primeiro trimestre a taxa de crescimento de 6,4 por cento sobre o ano anterior, desafiando expectativas de uma desaceleração, uma vez que a produção industrial saltou com força e a demanda do consumidor mostrou sinais de melhora. O mercado acionário, que precificou estabilização econômica, saltou cerca de 30 por cento até agora neste ano. Entretanto, os investidores mantiveram a cautela buscando mais pistas sobre a saúde da economia global. Bolsas europeias em alta.

 

 

Nos Estados Unidos, As vendas no varejo tiveram em março a maior alta em um ano e meio uma vez que as famílias aumentaram as compras de veículos motorizados e de uma série de outros bens, na mais recente indicação de que o crescimento econômico acelerou no primeiro trimestre. O Departamento do Comércio informou que as vendas varejistas saltaram 1,6 por cento no mês passado. Esse foi o maior aumento desde setembro de 2017 e seguiu-se a uma queda não revisada de 0,2 por cento em fevereiro. Já número de norte-americanos que entraram com pedidos de auxílio-desemprego caiu para a mínima em mais de 49 anos e meio na semana passada, indicando força sustentada da economia. Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 5 mil, para 192 mil em números ajustados sazonalmente, na semana encerrada em 13 de abril, nível mais baixo desde setembro de 1969, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho. Os dados da semana anterior foram revisados para mostrar mil pedidos a mais do que informado anteriormente.

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 17/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ⬇ ➖0,10%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,08% .

 

No mercado de câmbio:  Dólar abrindo em leve baixa no início dos negócios, aguardando a votação na CCJ. Após a reviravolta na Comissão de Constituição e Justiça, CCJ, que encerrou antecipadamente sua fase de discussões e pretende por em votação ainda nesta quarta-feira, a admissibilidade da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), em relação ao texto apresentado pelo Planalto, cria-se uma expectativa em meios aos embates que certamente vão ocorrer durante o dia e serão acompanhados de perto pelos mercados, promovendo reações e pautando a atenção dos investidores. Após a admissibilidade do texto, a programação será a de passar por uma comissão especial da Câmara, onde podem ocorrer alterações, para só então ser submetido ao plenário do Congresso, onde em dois turnos precisa convencer 308 deputados à aprovar a PEC. No exterior, a China dá sinais de estabilização e vem conseguindo remover as incertezas de uma desaceleração acentuada, com as medidas governamentais mostrando algum efeito, ainda sendo cedo para cravar que esse movimento é sustentável enquanto não terminam as negociações comerciais do país com os Estados Unidos. Na Alemanha, o governo cortou a previsão de crescimento da maior economia da Europa em 2019, refletindo a recessão industrial. Nos Estados Unidos, o déficit comercial caiu em fevereiro para o nível mais baixo em oito meses, graças a, entre outras coisas, a um aumento nas exportações para a China. O déficit atingiu a marca de USD 49,4 bilhões, ante USD 51,1 bilhões de janeiro. A tarde, mais precisamente às 15h será divulgado o livro bege do Federal Reserve, compilado de informações econômicas do país. E na zona do euro, dados de inflação mostram queda, o que pode forçar o Banco Central Europeu, BCE, a rever suas projeções, tendo em vista uma sinalização de desempenho econômico mais fraco.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR   INDEX: -0,10%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR MAIO: -0,06% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados encerrou na noite de ontem a fase de discussões da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência e marcou a votação sobre a admissibilidade do texto para as 10h de hoje. A decisão de marcar a votação para esta quarta contraria acordo fechado entre lideranças na segunda-feira, que previa a votação apenas na próxima semana. Enquanto deputados discursavam na CCJ, as negociações corriam a todo vapor nos bastidores. A oposição pleiteava mudanças no texto, assim como o centrão. Já o governo, que contou com a atuação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apesar dos atritos com o Planalto, trabalhava para agilizar a tramitação da PEC, assim como o presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR). Uma vez analisado pela CCJ, o texto da reforma da Previdência ainda precisa passar por uma comissão especial da Câmara e só então estará pronto para ser submetido ao plenário da Casa, onde precisará passar por dois turnos de votação. Para que seja aprovado, é exigido um mínimo de 308 votos em cada votação no plenário.

A pressão sobre os preços no atacado diminuiu e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) desacelerou a alta a 0,78 por cento na segunda prévia de abril, de 1,06 por cento no mesmo período do mês anterior.

 

 

Na agenda externa, A economia da China repetiu no primeiro trimestre a taxa de crescimento de 6,4 por cento sobre o ano anterior, desafiando expectativas de uma desaceleração, uma vez que a produção industrial saltou com força e a demanda do consumidor mostrou sinais de melhora. A leitura favorável, que incluiu crescimento mais rápido do investimento, vai ampliar o otimismo de que a economia da China pode estar começando a se estabilizar no momento em que Pequim e Washington parecem estar avançando na direção de um acordo comercial.

O governo alemão cortou sua previsão para o crescimento econômico de 2019 pela segunda vez em três meses, refletindo uma desaceleração cada vez maior causada por uma recessão na indústria. Os exportadores alemães estão lutando contra uma demanda mais fraca do exterior, as tensões comerciais desencadeadas pelas políticas “América Primeiro”, do presidente norte-americano, Donald Trump, e pela incerteza empresarial causada pela planejada saída do Reino Unido da União Europeia.

Bolsas, tratores e peixes fazem parte de uma lista de 11 páginas de importações norte-americanas, totalizando 20 bilhões de dólares, que a União Europeia diz que podem ser tarifadas em uma disputa transatlântica sobre subsídios para aviões.

 

                              

Nas Bolsas, O índice acionário de Xangai atingiu a máxima de fechamento de 13 meses nesta quarta-feira, uma vez que dados inesperadamente firmes indicaram recuperação da segunda maior economia do mundo. A economia da China repetiu no primeiro trimestre a taxa de crescimento de 6,4 por cento sobre o ano anterior, desafiando expectativas de uma desaceleração, uma vez que a produção industrial saltou com força e a demanda do consumidor mostrou sinais de melhora. Bolsas europeias em alta.

 

 

Nos Estados Unidos, o déficit comercial caiu em fevereiro para o nível mais baixo em oito meses, graças a, entre outras coisas, a um aumento nas exportações para a China. O déficit atingiu a marca de USD 49,4 bilhões, ante USD 51,1 bilhões de janeiro. A tarde, mais precisamente às 15h será divulgado o livro bege do Federal Reserve, compilado de informações econômicas do país.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 16/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,42%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,30%  🗞.

 

No mercado de câmbio:  Dólar operando alta no início dos negócios. E o governo foi forçado a ceder após o centrão aliado à oposição conseguir inverter a pauta no dia de ontem junto a Comissão de Constituição e Justiça, CCJ, da Câmara, e aprovar o orçamento impositivo, levando a votação sobre a admissibilidade da previdência para a próxima semana. Esse orçamento, torna obrigatório a execução de emendas parlamentares de bancada de Estados, no montante de até 1% da Receita Corrente Líquida, RCL, do ano anterior. Por outro lado, um acordo entre governistas e oposição, que prometeu não obstruir os trabalhos, deve selar a aprovação da admissibilidade do texto original no início da próxima semana. Outro assunto que está em observação é a questão que envolve o reajuste dos preços do diesel, suspenso após o alerta presidencial, de que isso poderia representar uma greve do transporte rodoviário. O mercado financeiro não é adepto a intervenções políticas em estatais, visto que isso levanta dúvidas aos investidores em relação a autonomia das empresas, e se o governo é de fato liberal. Por isso, atenção na entrevista coletiva do planalto a partir das 11h onde devem ser anunciadas medidas para as demandas do setor de transporte rodoviário. No mais, o Banco Central Brasileiro sege com seu programa de rolagem de vencimento de swaps, ofertando 5.350 contratos para essa finalidade entre 11h30 e 11h40. No exterior, Robert Kaplan, presidente do FED de Dallas, discursa a partir das 15h, e a notícia mais relevante da economia norte-americana nesta terça-feira, saiu a pouco, onde a produção industrial caiu 0,1% em março em relação ao mês anterior. É interessante observar o discurso de Kaplan, após Charles Evans, presidente do FED de Chicago dizer ontem que o BC Americano poderia estar confortável em aceitar uma inflação modestamente acima da meta. Vale esclarecer, que a meta perseguida pela instituição é de 2%, e Evans acredita que se chegasse a 2,50%, desde que isso não fosse um impulso corrente, retornando à meta posteriormente, isso não seria motivo para uma mudança na política monetária.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR    INDEX: 0,04%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR    MAIO: 0,49% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna,  A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou a admissibilidade da PEC do Orçamento impositivo. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) segue agora para uma comissão especial antes de ser encaminhada ao plenário da Câmara. A votação só foi possível após a aprovação de uma inversão de pauta na comissão, apoiada pela maioria da comissão, com o apoio da oposição, do centrão e até mesmo do partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL. A PEC foi votada no lugar da reforma da Previdência, até então o primeiro item da pauta. A PEC torna obrigatória a execução de emendas parlamentares de bancada de Estados e do Distrito Federal, no montante de até 1 por cento da Receita Corrente Líquida (RCL) do ano anterior.

A votação da admissibilidade da PEC da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara só ocorrerá na próxima semana, afirmaram líderes após selarem um acordo para que ela possa ser discutida na comissão sem mais turbulências. O acordo ocorre após uma tarde de idas e vindas em uma reunião tensa na CCJ. Oposição e integrantes do centrão firmaram uma aliança pontual —para votar o Orçamento impositivo ontem e postergar a reforma da Previdência— que forçou o governo a ceder.

Na agenda externa, dados sobre a economia chinesa, tais como, produção industrial, PIB e taxa de desemprego, são importantes e terão influencia no comportamentos dos mercados amanhã.                              

Nas Bolsas, Os mercados acionários chineses avançaram nesta terça-feira, levando o índice de Xangai ao maior nível de fechamento em quase 13 meses, uma vez que o aumento mais rápido dos preços de moradias somou-se às expectativas de que as políticas de estímulo da China estão se traduzindo em crescimento mais forte. Preços mais fortes de moradias ampliam as expectativas de dados econômicos positivos na quarta-feira, quando a China divulga os dados do Produto Interno Bruto do primeiro trimestre. Bolsas europeias em alta.

 

Nos Estados Unidos,  Atenção para os dados de produção industrial americana às 10h15.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 15/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  0,33%  💱 🇪🇺 EURO   0,32%  🗞.

 

No mercado de câmbio:  Dólar operando em baixa no início dos negócios. Com a China dando sinais de estabilização econômica, e negociadores norte-americanos amenizando exigências sobre o país em relação às negociações comerciais, os mercados operam sendo favorecidos pelo maior apetite ao risco, enquanto aguardam pelo andamento, na parte da tarde, da tramitação da reforma da previdência (admissibilidade) na CCJ. Todavia, o que provavelmente será pautado primeiro, é o orçamento impositivo, onde os parlamentares, principalmente do chamado Centrão, colocam como condição para superar essa fase. Trata-se de recursos para suas emendas parlamentares, o que não deve ser difícil de aprovar. Também esta tarde Paulo Guedes, se encontra com Jair Bolsonaro no sentido de aparar arestas em relação à Petrobrás. O Banco Central Brasileiro realiza rolagem de vencimentos de swaps, entre 11h30 e 11h40. Durante a semana, produção Industrial dos Estados Unidos, PIB Chinês e dados de atividade (varejo e indústria) bem como dados de inflação de ambos e da zona do euro, são os tópicos a serem observados de perto. Nesta manhã, o boletim Focus do Banco Central com as estimativas do mercado financeiro para 2019, trouxe as seguintes projeções: IPCA: 4,06%, PIB: 1,95%, USD: 3,70, Produção Industrial: 2,30% e Investimentos diretos no país: USD 82 bilhões. Já o índice de atividade econômica do Banco Central, (IBC-BR) recuou -0,73% em fevereiro sobre o mês anterior.  Na comparação com Fevereiro de 2018, o índice, que é uma espécie de sinalizador do PIB, apresentou alta de 2,49%. Nos Estados Unidos, a atividade econômica na área de Nova York aumentou drasticamente em abril, em um ritmo mais forte do que o esperado, depois de cair para o menor nível desde novembro de 2016, em março. O Empire State Index subiu para 10,1 de 3,7 em março.  

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR    INDEX: 0,16%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR    MAIO: 0,35% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna,  O índice de atividade econômica do Banco Central, (IBC-BR) recuou -0,73% em fevereiro sobre o mês anterior. Lembrando que esse indicador contribui para formulação de estratégia de política monetária.

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) desacelerou a alta a 1,00 por cento em abril, de 1,40 por cento no mês anterior, diante de uma menor pressão sobre os preços do minério de ferro, milho e laranja no atacado.

 

Na agenda externa, O governo alemão não vê necessidade de um pacote de estímulo para fortalecer a maior economia da Europa, disse um porta-voz nesta segunda-feira."Temos uma política orçamentária muito sólida", disse o porta-voz do governo Steffen Seibert. "E estamos aliando orçamentos sólidos com um aumento nos investimentos, e isso deve melhorar a base para mais crescimento nos próximos anos". "O orçamento estipula despesas de investimento significativamente mais altas do que no período legislativo anterior e, como tal, não vemos necessidade de um pacote de estímulo", acrescentou.

O banco central da China pediu mais coordenação entre a política monetária do país, a política fiscal e outras, conforme Pequim busca evitar riscos e manter um crescimento econômico estável.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que o governo vai continuar se planejando para a possibilidade de um Brexit sem acordo, afirmou seu porta-voz. May fez o comentário em uma nota interna para a equipe.Na semana passada, a União Europeia adiou o Brexit até o fim de outubro, evitando, por ora, o risco de uma separação abrupta entre o Reino Unido e o bloco, a qual os investidores temem impactar negativamente a economia.O porta-voz de May também disse a repórteres nesta segunda-feira que a premiê não estava ponderando convocar uma eleição nacional antecipada como forma de romper o impasse do Brexit no Parlamento.

Os negociadores norte-americanos amenizaram as exigências de que a China reduza os subisídios industriais como condição para um acordo comercial após forte resistência de Pequim, segundo duas fontes reuters informadas sobre as conversas, marcando um recuo em um objetivo central dos EUA nas negociações comerciais.

 

                              

Nas Bolsas, Os mercados acionários chineses fecharam em baixa nesta segunda-feira devido a preocupações com a desaceleração do crescimento doméstico e global, devolvendo ganhos anteriores obtidos com a maior força do empréstimo bancário e com o otimismo nas negociações comerciais entre China e Estados Unidos. Bolsas Europeias em alta.

 

Nos Estados Unidos, A atividade econômica na área de Nova York aumentou drasticamente em abril, em um ritmo mais forte do que o esperado, depois de cair para o menor nível desde novembro de 2016, em março. O Empire State Index subiu para 10,1 de 3,7 em março. Economistas consultados pela Reuters, em média, previam 6,7. O subíndice de novas encomendas subiu para 7,5, retornando ao seu nível de fevereiro, em comparação com 3,0 em março, mas as projeções de seis meses para atividade caíram para 12,4, de 29,6 em março.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 12/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,40%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕1%  🗞.

 

No mercado de câmbio:  Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Com a temperatura subindo após a procuradoria geral da república solicitar uma prorrogação no inquérito ao qual perícia feita em sistemas internos da Odebrecht registram pagamento de propina no valor de R$ 1,4 milhão atribuídos supostamente ao presidente da  Câmara Rodrigo Maia, e seu pai, fica um suspense no ar, principalmente após as criticas de Maia feitas no dia de ontem em relação a articulação do governo no que se refere a construção de base sólida que constitua apoio à aprovação da previdência. Na rota da Lava-Jato, Maia pode se tornar fator de especulação dos mercados a respeito de sua relação com o executivo, afinal, cabe ao presidente do congresso a deliberação de pautas. O receio maior é que o cenário tenso possa dificultar o andamento da reforma. Inclusive a própria posição do centrão, de inverter a votação na CCJ, na próxima semana, com a proposta do orçamento impositivo, vista em semanas anteriores como uma espécie de retaliação do legislativo ao executivo, por engessar um pouco mais as contas do governo, pode atrasar o cronograma previsto de aprovação do texto original da previdência. Vamos observar. No mais, o ambiente externo, mostra uma recuperação das exportações chinesas, entretanto, com as importações declinando. Enquanto isso, investidores aguardam pelo fim das negociações do país com os Estados Unidos, que podem aliviar os temores de uma desaceleração econômica global acentuada. Com uma agenda fraca nesse encerramento de semana, a Universidade de Michigan divulgará sua medida preliminar de confiança do consumidor americano em abril às 11h00. O Banco Central Brasileiro continua rolando vencimentos de swaps e oferta 5.350 contratos para essa finalidade nesta manhã.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR    INDEX: -0,40%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR  ⬆ MAIO: 0,44% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu para julgamento do plenário da corte processo que discute a modulação dos efeitos da correção monetária em causas em que cidadãos têm créditos a receber da Fazenda Pública, causa essa que pode trazer um impacto bilionário para as contas da União. Segundo parecer técnico da AGU, cálculos mais recentes estimam que o impacto para a União seria de 40,8 bilhões de reais apenas no âmbito da Justiça Federal sobre precatórios e outros créditos devidos pela Fazenda Pública Federal e inscritos no Orçamento entre 2011 e 2017, se não houver modulação dos efeitos.

Uma perícia feita nos sistemas internos da Odebrecht de registro de pagamento de propina mostraram execuções de pagamentos no valor de R$ 1,4 milhão a codinomes atribuídos ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM). Segundo delatores, Rodrigo Maia era "Botafogo" e "Inca" nas planilhas e o pai, César Maia, era o "Despota". As informações constam de pedido de prorrogação do inquérito feito nesta quarta-feira (10) pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e que estão sob análise do relator do caso, ministro Luiz Edson Fachin. Não há prazo para ele decidir sobre a prorrogação.

 

Na agenda externa, As exportações da China se recuperaram em março mas as importações encolheram pelo quarto mês seguido e a um ritmo mais forte, indicando um cenário misto da economia conforme as negociações comerciais com os Estados Unidos avançam para um fim. Investidores aguardam sinais de recuperação econômica do país para aliviar os temores sobre a desaceleração do crescimento global.

 

                              

Nas Bolsas, O índice acionário de Xangai recuperou as perdas e terminou estável nesta sexta-feira, uma vez que exportações acima do esperado levaram algum alívio a investidores que buscam sinais de estabilização da segunda maior economia do mundo. Bolsas Europeias em alta.

 

Nos Estados Unidos, A Universidade de Michigan divulgará sua medida preliminar de confiança do consumidor em abril às 11h00.

 

Fonte: Reuters.

Panorama de Mercado 11/04/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,40%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,35%  🗞

 

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Uma economia com a reforma da Previdência de 600 a 700 bilhões de reais em uma década pode satisfazer os investidores, mas não o governo, que ainda mantém sua meta de 1 trilhão de reais com a proposta, afirmou o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida. Será? E quem quer entrar no centro das atenções parece ser o CENTRÃO, bloco formado por diversos partidos, que sinalizam obstruir a votação da admissibilidade da proposta previdenciária no próximo dia 17, enquanto não for examinado o orçamento impositivo, que fixa um percentual para suas emendas parlamentares. Vale lembrar que a próxima quarta-feira, é o último dia de trabalho no congresso antes da folga de páscoa. Enquanto isso o presidente Jair Bolsonaro segue recebendo partidos em busca de apoio para a aprovação da reforma. Hoje em Washington o ministro Paulo Guedes, tem encontro marcado com o secretário do tesouro americano, o ministro de finanças chinês, e também com presidentes de BCs dos BRICs, entre outros, enfim, trabalhando a todo vapor. Já o alerta que os principais Banco Centrais do planeta vem dando, e aqui estamos falando do Banco Central Americano e Europeu, é a de que a atividade global vem desacelerando, fato esse confirmado pelo FMI em suas últimas previsões de crescimento. A China trouxe alguns dados que podem aliviar temores de deflação, ao anunciar que tanto preços ao produtor quanto ao consumidor subiram em março, mas ainda é cedo para cravar uma recuperação sustentada da sua economia. 31 de outubro, essa é a nova data que o Reino Unido terá para se desvincular da União Europeia. Cabe agora a Theresa May, primeira-ministra britânica, conseguir convencer o parlamento a aprovar o acordo feito com os líderes da UE, se ela conseguir o feito antes, terá essa flexibilidade. Nos Estados Unidos, diversos integrantes do Federal Reserve falam durante essa manhã. Richard Clarida, John Willians e James Bullard, discursam a partir das 10h30, sendo seguidos por Randal Quarles às 12h50 e finalizando,  Neel Kashkari às 15h. A pouco saíram os dois indicadores do país que esclareceram que houve alta nos preços ao produtor em 0,6% em março. O chamado PPI, mesmo demonstrando a maior alta em cinco meses, teve em seu núcleo, um comportamento moderado, o que tem passado a ideia de que a desaceleração do crescimento doméstico e global continuam mantendo a inflação contida. Já os novos pedidos de auxílio desemprego caíram na semana passada para uma baixa de 49 anos, apontando para a força sustentada do mercado de trabalho, moderando expectativas de que o país poderia vir a sofrer uma forte desaceleração em seu crescimento. Só pra lembrar, o aumento nos salários também é considerado moderado, o que tem feito o Banco Central Americano manter uma postura de paciência. Na Europa economistas tendem a reduzir suas previsões de crescimento e inflação diante das incertezas do Brexit, e das guerras comerciais.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆ INDEX: 0,18% (Comportamento do dólar ante as principais moedas no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆ MAIO: 0,40% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, Uma economia com a reforma da Previdência de 600 bilhões de reais a 700 bilhões de reais em uma década pode satisfazer os investidores, mas não o governo, que ainda mantém sua meta de 1 trilhão de reais com a proposta, afirmou o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida. Será? Já quem quer entrar no centro das atenções parece ser o CENTRÃO, bloco formado por diversos partidos, que sinalizam obstruir a votação da admissibilidade da proposta previdenciária no próximo dia 17, enquanto não for examinado o orçamento impositivo, que fixa um percentual para suas emendas parlamentares. Vale lembrar que a próxima quarta-feira, é o último dia de trabalho no congresso antes da folga de páscoa. Enquanto isso o presidente Jair Bolsonaro segue recebendo partidos em busca de apoio para a aprovação da reforma. Hoje em Washington o ministro Paulo Guedes, tem encontro marcado com o secretário do tesouro americano, o ministro de finanças chinês, e também com presidentes de BCs dos BRICs, entre outros, enfim, trabalhando a todo vapor. E o alerta que os principais Banco Centrais do planeta vem dando, e aqui estamos falando do Banco Central Americano e Europeu, é a de que a atividade global vem desacelerando, fato esse confirmado pelo FMI em suas últimas previsões de crescimento.

 

 

Na agenda externa, A inflação ao produtor na China acelerou pela primeira vez em nove meses em março, impulsionada pelos aumentos de preços em commodities globais e por sinais de que os esforços do governo para fomentar a economia podem estar dando um limite para a demanda doméstica. A inflação ao consumidor também acelerou, saltando para o maior nível desde outubro de 2018 já que os preços da carne de porco subiram devido à epidemia de febre suína. O aumento na inflação ao produtor, embora leve, vai aliviar os temores de deflação e provavalmente ampliar o otimismo de que a segunda maior economia do mundo está começando a melhorar. Mas analistas falam em cautela, afirmando que será preciso mais alguns meses de dados melhores e mais suporte por parte de Pequim para ver se a recuperação pode ser sutentada. O índice de preços ao produtor subiu em março 0,4 por cento na comparação com o ano anterior, devido principalmente aos rápidos aumentos nos preços de petróleo e gás, e acelerando ante a alta de 0,1 por cento em fevereiro. Já o índice de preços ao consumidor subiu 2,3 por cento ante o ano anterior, máxima de cinco meses, e ante 1,5 por cento em fevereiro.

31 de outubro, essa é a nova data que o Reino Unido terá para se desvincular da União Europeia. Cabe agora a Theresa May, primeira-ministra britânica, conseguir convencer o parlamento a aprovar o acordo feito com os líderes da UE, se ela conseguir o feito antes, terá essa flexibilidade.

 

                              

Nas Bolsas, Os índices acionários da China registraram a maior queda em três semanas nesta quinta-feira, uma vez que o sentimento do investidor azedou em meio a tensões comerciais entre Estados Unidos e União Europeia, além de preocupações com a desaceleração do crescimento econômico global. Em uma nova intensificação das tensões comerciais, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou novas tarifas sobre produtos da União Europeia mesmo que a disputa comercial com a China continue sem solução. O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, levantou a perspectiva de mais suporte para a economia da zona do euro na quarta-feira se a desaceleração persistir, dizendo que o banco central tem “vários instrumentos” com os quais pode reagir. Bolsas europeias majoritariamente em alta.

 

Nos Estados Unidos, diversos integrantes do Federal Reserve falam durante essa manhã. Richard Clarida, John Willians e James Bullard, discursam a partir das 10h30, sendo seguidos por Randal Quarles às 12h50 e finalizando,  Neel Kashkari às 15h. Já no início dos negócios, às 9h30 saem os dados sobre a inflação ao produtos, e os pedidos de auxílio desemprego semanais.

 

Fonte: Reuters.