Panorama de Mercado 21/06/2019

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR  0,39%  💱 🇪🇺 EURO  +0,05%  🗞.

 

Ibovespa futuro: +0,95%                          Ásia (Xangai): +0,50%

Dow Jones Futuro: -0,10%                     Europa (Frankfurt): -0,10%

 

No mercado de câmbio: O dólar caí ante o real na abertura dos negócios desta sexta-feira, com volume reduzido em função do feriado de Corpus Christi na véspera, observando decisão do Copom, de quarta-feira, e de olho no movimento externo de maior apetite a risco.

Às 9:05, o dólar BRBY recuava 0,39%,

O BC realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de 10,089 bilhões de dólares.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR  INDEX: 0,02%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆ FUTURO: 0,26%    (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Julho).

 

Cenário interno, O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse nesta quarta-feira em audiência no Senado que, se ficar comprovado uma atuação irregular dele no episódio das supostas trocas de mensagens entre ele e procuradores da operação da Lava Jato, ele deixa o cargo.

Em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Moro também pediu que o site The Intercept Brasil, que fez reportagens baseadas nas alegadas trocas de mensagens, divulgue todo o material que detém.

 

Cenário externo, O movimento de alta nas ações que se seguiu ao sinal do Federal Reserve de cortes na taxa de juros neste ano se enfraqueceu na sexta-feira, com a escalada das tensões entre os EUA e Irã afetando o apetite ao risco.

O presidente Donald aprovou, um ataque militar contra o Irã, em retaliação à derrubada de um drone de vigilância norte-americano, mas cancelou os ataques no último minuto, de acordo com uma reportagem do New York Times.                       

        

Nas Bolsas, O Ibovespa fechou nesta quarta-feira acima dos 100 mil pontos pela primeira vez, após o banco central dos Estados Unidos sinalizar um possível corte na taxa de juros do país neste ano.

O Ibovespa subiu 0,9%, a 100.303,41 pontos. O volume financeiro somava 15,38 bilhões de reais. Em março, o Ibovespa chegou a superar os 100 mil pontos em duas sessões, mas apenas durante o pregão, alcançando 100.438,87 pontos em 19 de março, recorde intradia ainda em vigor. No melhor momento desta quarta-feira, o índice chegou a 100.327,15 pontos.

O Federal Reserve manteve a taxa de juros entre 2,25% e 2,50%, mas sinalizou possíveis cortes de até 0,5 ponto percentual no restante do ano, diante da maior incerteza econômica e queda nas projeções de inflação. O Federal Reserve manteve a taxa de juros entre 2,25% e 2,50%, mas sinalizou possíveis cortes de até 0,5 ponto percentual no restante do ano, diante da maior incerteza econômica e queda nas projeções de inflação.

O mercado de juros futuros dos EUA embutia expectativas de corte já no próximo mês, com probabilidade de a taxa encerrar o ano abaixo de 1,75%.

Tal cenário tende a favorecer o fluxo de recursos para mercados emergentes, como o Brasil, em busca de melhores rendimentos.

"O Ibovespa segue muito barato para um cenário de menos juros no Brasil e no mundo", afirmou o gestor de portfólio Guilherme Foureaux, sócio na Paineiras Investimentos. "Caso a reforma da Previdência siga andando, acreditamos que existe potencial grande de apreciação da bolsa brasileira."

A véspera de feriado no Brasil também foi marcada por expectativa para o desfecho da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, previsto para após o fechamento da bolsa.

Copom manteve a taxa Selic em 6,5% ao ano.

A equipe liderada pelo ex-BC Mario Mesquita espera que os cortes de juros venham apenas após a aprovação da reforma da Previdência na primeira rodada de votação na Câmara dos Deputados, que eles esperam que ocorra em julho.

"Mais adiante, acreditamos que a combinação de fraca atividade econômica com inflação abaixo da meta e perspectiva inflacionária benigna deve abrir espaço para estímulos monetários adicionais, que levarão a taxa Selic a 5,0% em 2019."

 

O mundo gira e a ADVANCED informa VOCÊ.

PRINCIPAIS CUIDADOS COM A TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA INTERNACIONAL

0

89

Especialmente quando não se tem muita experiência, é de suma importância que ao realizar uma transferência bancária internacional, o indivíduo leve em conta alguns cuidados para que não se obtenha algum tipo de ônus.

 

Além de possíveis cobranças de taxas, é comum o fato de que, ao não proceder com a transação financeira de forma assertiva, ocorram prejuízos em relação à cotação da moeda internacional, por exemplo.

 

Quais os principais cuidados a se tomar, no momento de realizar uma transferência bancária internacional? Te contamos a seguir, acompanhe!

 

Transferência bancária internacional: principais tributos

 

É de suma importância manter a cautela quando for necessário realizar uma transferência bancária internacional, para que se escape de tributos.

 

Um cuidado dos mais básicos a se tomar, diz respeito a alíquota do IOF que deverá ser paga. Ela varia de acordo com a finalidade da transferência.

 

Se você informar à instituição financeira, por exemplo, que a transação se trata de “Manutenção de residentes no exterior”, o IOF fica em 0,38%. Porém, no caso da transferência ser do tipo “Disponibilidade no exterior”, que consiste no envio de recursos destinados à sua própria conta bancária no exterior, a incidência do imposto é de 1,10%.

 

Diante de tal situação, no caso de dúvida, a melhor alternativa é buscar a consultoria de uma empresa corretora especializada em câmbio e operações afins. Dessa forma é possível para obter a melhor orientação e evitar pagar mais do que o devido em taxas.

 

Transferência bancária internacional: faça somente com uma instituição autorizada pelo Banco Central

 

Não é apenas o IOF e taxas que podem trazer ônus a você, na ocasião de transferir recursos para o exterior.

 

Infelizmente, há uma série de indivíduos que aplicam golpes, estelionatos e fraudes, especialmente em relação a este trâmite.

 

Ao realizar uma transferência de recursos para outro país, procure ter o máximo de informações referentes à instituição responsável e se certifique de que ela é autorizada pelo Banco Central para realizar a operação, caso da Advanced Corretora, por exemplo.

 

Dúvidas? Estamos aqui para lhe esclarecer qualquer questionamento referente a tema, entre em contato conosco!

 

Como comprar dólar através de empresas exportadoras

0

856

 

Investir em um ativo como o dólar é há anos, uma modalidade de investimento que atrai muitas pessoas. O mercado para comprar dólar é bem variado, no sentido de possibilitar uma série de opções.

 

Você pode, por exemplo, investir em dólar comprando o papel moeda em diferentes instituições financeiras que comercializam o dólar em espécie. Também é possível apostar em fundos cambiais.

 

Temos ainda aqueles que partem para a bolsa de valores, por meio dos contratos futuros de dólar.

 

Todos os métodos acima oferecem seus riscos, vantagens e desvantagens. Mas há ainda uma outra modalidade de investimento, que também está relacionada à bolsa de valores. É a opção de comprar dólar através de empresas exportadoras. Você sabe como fazer e como funciona este processo? Te contamos a seguir, acompanhe.

 

Comprando dólar por intermédio de empresas exportadoras

 

Sofrendo clara influência do dólar, temos diversas empresas exportadoras de bens de consumo.

 

São negócios que tem os custos calculados na moeda local, ou seja, em real, porém, as receitas são geradas em dólar, pelo fato destas empresas mirarem o mercado externo.

 

Imagine que você, como investidor de dólar, por exemplo, decida comprar na bolsa de valores, ações destas empresas nacionais que exportam produtos para diversos outros países.

 

Essa é uma forma de, por intermédio das exportadoras, comprar dólar. Este tipo de transação pode ser desde day trade ( curto prazo) até de  position trade (médio e longo prazo).

 

É importante, antes de investir neste segmento, compreender um pouco mais a dinâmica da bolsa de valores, bem como do dólar. Buscar uma assessoria e suporte neste sentido, é altamente indicado, caso você não tenha um conhecimento mais aprofundado do tema.

 

Uma vantagem de investir comprando dólar por meio de empresas exportadoras é a não ocorrência  de IOF, sendo que a alíquota da renda variável, está entre as mais baixas.

 

Vai investir comprando dólar? Conte com a Advanced e tenha a melhor cotação de câmbio!

O QUE VALE MAIS A PENA: CORRETORA DE CÂMBIO OU BANCO?

0

658

As relações comerciais, especialmente quando a empresa possui negócios no exterior, implicam na máxima atenção em relação à moeda estrangeira utilizada nas transações.

 

Principalmente no que diz respeito ao câmbio comercial do dólar, é extremamente importante que o empreendedor e responsável pelas finanças da empresa, fique sempre atento e acompanhando as variáveis.

 

Uma dúvida muito pertinente em relação ao câmbio comercial se refere a qual vale mais a pena: comprar dólares para sua transação ou viagem de negócios, em um banco ou em uma corretora de câmbio?

 

Apesar das duas modalidades de instituições financeiras oferecem os serviços, eles não são idênticos. Quer saber qual a melhor opção? Então continue a leitura do post de hoje.

 

Prazos, cotação e taxas cobradas: corretora de câmbio ou banco?

 

Partindo do princípio de que você é correntista de um banco, para adquirir a moeda estrangeira, basta solicitar o serviço desejado junto ao setor responsável pela transação.

 

Um ponto importante quanto ao serviço de compra e venda de moeda estrangeira em uma unidade bancária: há um valor máximo estipulado para a quantidade de venda disponível por cliente.

 

Quanto a corretora de câmbio, é possível pesquisar e encontrar uma série de benefícios apresentados.

 

Sem dúvidas, a maior capacidade de negociação e taxas menores na corretora de câmbio, são atrativos. Há ainda a questão da flexibilidade de horário e até mesmo de muitas vezes efetuar o procedimento via internet, sem precisar deslocar-se até o local.

 

A compra de dólar comercial está sujeito ao IOF, independentemente se a transação for feita em uma instituição financeira bancária ou em uma corretora de câmbio, por exemplo. Para ambas, a taxa gira em torno de 1,1%.

 

Há ainda outras taxas, que de maneira geral, costumam ser maiores nos bancos. Sendo assim, antes de efetuar a compra de dólar comercial, pesquise antes e identifique as melhores taxas de acordo com a sua necessidade.

 

A Advanced Corretora pode te auxiliar a encontrar as melhores cotações de câmbio do mercado, fale agora com nossa equipe e veja como podemos te ajudar.

COMO TER UMA CONTA CORRENTE EM DÓLAR NOS EUA?

1

023

 

Seja para realizar uma viagem de intercâmbio e/ou turismo, seja a negócios, ou ainda para realizar o pagamento de contas internacionais e até mesmo como uma forma de investimento, muitas pessoas consideram ter uma conta corrente em dólar, nos EUA.

 

Mas, será que é preciso morar na terra do Tio Sam, para que seja permitido abrir uma conta bancária com dólares?

 

A equipe da Advanced Corretora te conta a seguir como você pode ter uma conta fora do Brasil, mesmo que você não resida fora, confira!

 

Conta corrente nos Estados Unidos: alternativa interessante

Quem tem empresa com negócios nos Estados Unidos e costuma viajar bastante para lá, sabe que é interessante ter uma reserva em dólares para quando for necessário, não é mesmo?

 

Pessoas que fazem turismo, mantém filhos estudando nos EUA, ou familiares e que vez ou outra, tem a necessidade de enviar remessa de dinheiro, também podem contar com a facilidade de uma conta corrente por lá.

 

Ou seja, tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas, tem a disponibilidade de usufruir dos benefícios que uma conta corrente fora do país, promove.

 

O melhor de tudo é que não é preciso deslocar-se do Brasil até os Estados Unidos, somente para abrir uma conta. Isso pode ser feito de maneira remota, daqui mesmo.

 

Com a conta aberta, o usuário passa a contar com um cartão de débito internacional, dentre outros benefícios como:

  • Alíquota de impostos menor,  para remessas de dinheiro;
  • Possiblidade de quitar contas com mais economia, mesmo em relação a mensalidades de escolas, e serviços, por exemplo;
  • Oportunidade de possuir reservas em dólar, que é considerada uma moeda forte, ainda mais em comparação ao Real;
  • Menos IOF, pois poderá precisar menos da aquisição de dólar turismo, etc.
  •  

Fizemos um vídeo que aborda este tema e traz várias respostas as principais indagações das pessoas, confira abaixo: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=q3PWy0YfkhI

 

A forma mais fácil de abrir sua conta corrente em dólar nos EUA é entrando em contato com a Advanced Corretora. Simplificamos todo o processo e trazemos a você a solução ideal.

 

O QUE É A MOEDA USD?

0

dolar usd

 

No câmbio comercial, é extremamente habitual o uso da sigla USD. Basta acessarmos qualquer site que forneça a cotação do câmbio, ou até mesmo abrirmos o jornal ou site de notícias, que iremos nos deparar com o termo “Moeda USD”.

No entanto, mesmo algumas pessoas já habituadas com questões envolvendo o câmbio, desconhecem o significado e o que vem a ser, na verdade, a Moeda USD.

 

Se você também nutre esta dúvida, continue conosco. No post de hoje iremos esclarecer o que é a Moeda USD.

 

Moeda USD: a moeda mais negociada no mundo

No âmbito do câmbio comercial, bem como turismo, podemos dizer que a Moeda USD é a mais transacionada do planeta.

USD é a sigla para United States Dollar, ou seja, o dólar dos Estados Unidos, ou se preferir, a moeda americana.

 

Utilizada em nível mundial,  a Moeda USD ou dólar americano é referido pelo Fundo Monetário Internacional com a sigla  US$. Tal abreviação é usual fora dos Estados Unidos.

 

Curiosidades sobre a origem do termo USD

Muitos desconhecem, mas a origem do termo dólar advém do termo thaler, que, por sua vez, é uma abreviação de Joachimsthaler. Se tratava de uma antiga moeda de prata  que originou o dólar atualmente.

 

No contexto atual, a Moeda USD ou dólar está alinhada com o Euro em nível de importância no cenário econômico mundial, e no câmbio comercial e câmbio turismo.

 

Investir em dólar é, via de regra, um atrativo, tanto para investidores quanto para empresas, especialmente por ser um moeda forte e que está atrelada a uma das principais potências econômicas do mundo.

 

O principal fator que leva um extenso número de pessoas e empresar a apostarem na moeda americana é o poder de conservação do seu valor de compra, em comparação a grande maioria das demais moedas existentes no mundo.

 

Pensando em investir no câmbio comercial? Fale com a Advanced Corretora e obtenha as melhores cotações do mercado.

Como é estabelecida a taxa de câmbio?

0

859

 

Quando falamos em taxa de câmbio, nos referimos ao preço de uma moeda estrangeira, em comparação à moeda nacional,  medindo-a em unidades ou frações (centavos).

No câmbio comercial brasileiro, por exemplo, o dólar é apontado como a moeda estrangeira mais negociada no país.

Neste contexto,  as cotações do dólar indicam as taxas para a  sua comercialização, tanto para a compra quanto para a venda da moeda americana.

Mas, você saberia dizer como é estabelecida a taxa de câmbio? Falamos sobre isso na sequência deste post, acompanhe e tire suas dúvidas sobre o tema.

 

Entendendo a taxa de câmbio e como ela é estabelecida no Brasil

Uma dos câmbios mais comuns no mercado financeiro brasileiro é o chamado câmbio flutuante. Essa taxa de câmbio se estabelece a partir da  lei da oferta e demanda.

Em outras palavras: quando a oferta é maior que a demanda, o preço cai. No  entanto, quando a demanda é maior que a oferta, o preço sobe.

Além do câmbio flutuante (que quando apresenta a chamada “flutuação suja”, tem a interferência do Banco Central), temos o câmbio fixo (se trata de um valor fixo de uma moeda estrangeira em comparação à moeda nacional, tendo a conversão garantida pelo Banco Central por aquele preço) e o câmbio atrelado (que agrega tanto o câmbio fixo quanto o  flutuante).

A grosso modo, podemos dizer que a taxa de câmbio se dá pelo fluxo de entrada ou saída de dólares do país.

Estes canais de entrada de dólares são :

  • A  balança comercial ( que se obtém por meio do saldo das exportações menos importações);
  • A balança de serviços (formada pelos gastos de turistas, pagamento de juros, royalties, remessas de lucros, entre outros);
  • Conta capital (que se refere basicamente à entrada ou saída de capital estrangeiro para o mercado financeiro).

Segundo o Banco Central:

“ As taxas de câmbio praticadas no mercado de câmbio brasileiro são livremente negociadas entre os agentes e seus clientes e são amplamente divulgadas pela imprensa. O Banco Central do Brasil divulga, em sua página na internet, cotações diárias para as diferentes moedas.”

Dúvidas sobre câmbio comercial, cotações e taxas? Estamos aqui para lhe esclarecer, entre agora em contato e saiba mais!

O que é valorização e desvalorização cambial?

0

032

 

Você alguma vez já se questionou sobre a influência que o câmbio comercial exerce em nosso bolso e na economia do país, de uma forma geral?

 

Certamente, se você costuma realizar viagens ao exterior, bem como costuma investir e tem no dólar e em moedas estrangeiras, uma de suas principais aplicações, certamente já se atentou a este fato, bem como já ouviu falar sobre valorização e desvalorização cambial, não é mesmo?

 

Seja você experiente no tema, ou iniciante, fato é que ficar de olho no câmbio comercial e acompanhar os cenários do mercado, tanto de valorização quanto de desvalorização cambial é essencial para ser bem-sucedido (a) no segmento.

 

Que tal conferir mais sobre o tema a seguir? Continue conosco!

 

 

Valorização e desvalorização cambial: entenda

 

O mercado financeiro, assim como o mundo dos negócios, é dotado de diferentes facetas. O câmbio comercial tem na valorização e desvalorização, duas delas.

 

Quando estamos diante de um quadro de desvalorização cambial, o principal efeito sentido pelo mercado é a queda das importações e a elevação das exportações. Isso ocorre devido à queda da moeda nacional, em comparação com a moeda dos demais países.

 

Do ponto de vista do mercado interno, a desvalorização apresenta efeitos positivos, pelo fato de elevar a economia nacional e acarretar numa maior competição em relação aos produtos internos no mercado estrangeiro.

 

Por outro lado, a valorização cambial gera queda nas exportações, afinal, há aumento dos preços. Além disso, a valorização cambial permite o crescimento das importações, o que consequentemente acarreta no aumento da inflação.

 

A dica para se precaver mediante estas oscilações, seja uma empresa, seja um investidor doméstico, é sempre se organizar e fazer um planejamento que gere fluxo de caixa positivo e um fundo de reservas para eventuais necessidades.

 

Precisa de ajuda para obter as melhores taxas cambiais do mercado? Entre agora mesmo em contato com a Advanced Corretora!

O Que É O Dólar Futuro?

0

854

 

O dólar futuro tem sido uma alternativa muito utilizada por investidores, garantindo por vezes uma cotação superior às demais modalidades da moeda americana.

 

O nome pode até parecer estranho em um primeiro momento, mas ao conhecer um pouco melhor o sistema desse ativo, vemos que ele traz uma boa oportunidade de ganhos.

 

Afinal, o que é o dólar futuro e como é possível investir nele? Falaremos sobre isso a seguir, acompanhe!

 

 

Dólar futuro: o que é e como ganhar dinheiro com ele?

 

De maneira sucinta, podemos definir o dólar futuro da seguinte forma:

 

Se trata de uma commoditie financeira que é negociada na bolsa de valores. Ele possui tanto o preço quanto datas definidas já no momento de compra, que é regido por um contrato de compra e venda.

 

O investidor tem 2 opções, podendo resgatar uma delas na ocasião do vencimento, que são os contratos cheios e os mini contratos.

 

Assim como ocorre em todo tipo de negociação, o dólar futuro tem um objetivo. No caso dele,  o intuito é obter lucros em relação à moeda brasileira, a partir das variações do dólar.

 

Outro ponto de destaque para quem pretende investir no dólar futuro é ficar atento (a) à data de vencimento do contrato.

 

Ela ocorre sempre no primeiro dia útil do mês na bolsa de valores. Cada mês é identificado por uma letra, conforme a lista a seguir:

 

Janeiro (F), Fevereiro (G), Março (H), Abril (J), Maio (K), Junho (M), Julho (N), Agosto (Q), Setembro (U), Outubro (V), Novembro (X) e Dezembro (Z)

 

As negociações envolvendo o dólar futuro ocorrem sempre entre 9:00h às 18:00h.

 

Segundo a Bolsa de Valores Bovespa:

 

A cotação do contrato futuro de Dólar é expressa em reais por US$ 1.000,00 (mil dólares). Cada contrato de Dólar Futuro equivale à negociação de US$ 50.000,00 (cinquenta mil dólares).

 

Fonte: https://br.advfn.com/investimentos/futuros/dolar

 

Quer conhecer mais sobre dólar futuro e as melhores cotações? Entre em contato com nossa equipe de atendimento agora mesmo!

Panorama de Mercado 03/01/19

0

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  2,34%  💱 🇪🇺 EURO ▲ 0,23%  mediante encerramento do dia anterior.

 

No mercado de câmbio:

 

Dólar comercial para lotes acima de USD1 milhão vinculado a exportação e exportação é negociado próximo a R$ 3,80

Na véspera, moeda dos EUA fechou em queda de 1,69%, o menor valor desde o fechamento de 22 de novembro.

O dólar abriu em queda, com investidores reagindo bem às primeiras movimentações do governo de Jair Bolsonaro, com expectativa favorável sobre medidas que possam garantir o ajuste fiscal. Às 9h10, a moeda norte-americana caía mais 0,43%,

Na véspera, o dólar fechou em queda de 1,69% – o menor valor desde o fechamento de 22 de novembro. A última vez que a divisa fechou uma sessão abaixo de R$ 3,80 foi no dia 21 de novembro (R$ 3,799).

No último pregão de 2018, o dólar recuou 0,55%, a R$ 3,8742, mas encerrou o ano com alta de 16,92% ante o real.

O presidente Jair Bolsonaro tomou posse na véspera e, ao longo desta quarta, ocorre a transmissão de cargos para os novos ministros, entre eles Paulo Guedes, novo ministro da Economia. No discurso de posse, Guedes disse que a Previdência Social, as privatizações e a simplificação de tributos são os "pilares da nova gestão".

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de us$ 13,398 bilhões, destaca a Reuters. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Fonte:G1)

 

Na mercado interno:

A indústria brasileira encerrou 2018 com o ritmo mais acelerado de produção em nove meses diante da recuperação na demanda doméstica e com elevado nível de otimismo, embora tenha registrado queda em dezembro no nível de emprego, de acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Nesta ultima quarta-feira que o PMI da indústria brasileira ficou em 52,6 em dezembro sobre o recorde de alta de oito meses de 52,7 em novembro, "indicando um fortalecimento adicional das condições operacionais em todo o setor". Valores acima de 50 indicam crescimento.

O aumento na demanda doméstica por produtos brasileiros foi o responsável em dezembro pelo crescimento mais forte nas vendas da indústria brasileira desde março, levando à intensificação da produção.

Os volumes de novos pedidos e de produção aumentaram nas categorias de bens de consumo e de bens intermediários, mas houve contração entre os fabricantes de bens de capital.

Entretanto, os novos pedidos para exportação apresentaram queda no mês, marcado por pressões competitivas nos mercados externos e por problemas econômicos persistentes na Argentina.

Em relação à inflação, os preços de insumos voltaram a aumentar no último mês do ano, mas a taxa foi a mais fraca em quase um ano e meio, com as empresas se beneficiando de melhorias na taxa de câmbio entre o real e o dólar americano.

As empresas assim elevaram seus preços de venda da maneira mais fraca em 15 meses.

Ainda assim, houve redução nos níveis de emprego no setor industrial brasileiro, dando fim a dois meses de expansão, já que as iniciativas de contratação em algumas empresas foram compensadas por tentativas de redução de custos em outras.

Por outro lado, o sentimento positivo em relação aos negócios registrou o segundo nível mais elevado na história das séries, devido à confiança no novo governo, às expectativas por maiores fatias de mercado e aos planos de investimentos.

A balança comercial brasileira encerrou 2018 com superávit de 58,298 bilhões de dólares, queda de 13 por cento sobre o dado recorde de 2017, em meio ao crescimento mais forte das importações que das exportações, informou o Ministério da Economia nesta quarta-feira.

Mesmo assim, a performance anual foi a segunda mais forte da série histórica iniciada pelo governo em 1989, no momento em que o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) assume com a promessa de abrir o mercado brasileiro e diminuir tarifas sobre importados.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já afirmou publicamente que o antigo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), agora incorporado pelo Ministério da Economia, havia se transformado numa trincheira na defesa do protecionismo.

Em nota, o Ministério da Economia informou que houve aumento de importações em todas as grandes categorias econômicas: bens de capital (76,5 por cento), bens intermediários (11,6 por cento), bens de consumo (9,1 por cento) e combustíveis e lubrificantes (24,9 por cento).

A expansão das exportações, por sua vez, foi de 9,6 por cento, a 239,523 bilhões de dólares, no nível mais alto dos últimos cinco anos.

Em dezembro, as trocas comerciais ficaram positivas em 6,639 bilhões de dólares. No mês, as exportações cresceram 11,1 por cento sobre igual mês de 2017, pela média diária, a 19,556 bilhões de dólares.

Na ponta das importações, o aumento foi de 2,5 por cento sobre dezembro de 2017, a 12,917 bilhões de dólares

(Fonte:Reuters)

 

Na agenda externa:

Hora

Moeda

Evento

Atual

Projeção

Prévio

11:30

  USD

Pedidos Iniciais por Seguro-Desemprego

 

220K

216K

13:00

  USD

Índice ISM de Emprego no Setor Manufatureiro (Dez)

 

 

58,4

19:30

  USD

Estoques de Petróleo Bruto Semanal API

 

 

6,920M

23:45

  CNY

PMI de Serviços Caixin (Dez)

 

53,1

53,8


                            

Na agenda americana, o dia tem como destaque os números dos pedidos de auxílio-desemprego e também um indicador de atividade industrial. Além disso, será divulgado os dados de emprego ADP, que é uma prévia dos dados oficiais do mercado de trabalho americano, Payroll, que serão divulgados na sexta-feira.

O Banco do Povo da China informou na quarta-feira que flexibilizou suas condições quanto a cortes nos compulsórios para beneficiar mais pequenas empresas. A medida ocorreu depois que a China registrou sua primeira contração da atividade industrial em mais de dois anos em dezembro.

(Fonte:Investing.com)

Nas Bolsas:

Após a forte valorização na sessão de ontem, o índice futuro do Ibovespa abre os negócios nesta quinta-feira com queda de 0,64% aos 91.145 pontos, seguindo assim a tendência das bolsas internacionais e também dos índices futuros de Wall Street.

O mercado local ontem mostrou animo com a posse do presidente Jair Bolsonaro e as primeiras declarações de ministros, como as de Paulo Guedes, dando forte prioridade para a agenda de reformas. Dessa forma, o Ibovespa encerrou em seu maior valor histórico, com alta superior a 3%.

(Fonte:Investing.com)

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei não teve operações. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,26 por cento, a 25.064 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,04 por cento, a 2.464 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,16 por cento, a 2.964 pontos.

O dia se mostra negativo também para as bolsas europeias. Em Frankfurt, o DAX apresenta queda de 1,13% aos 10.461 pontos, enquanto que em Londres, o FSTSE recua 0,42% aos 6.705 pontos. Já em Paris, o CAC tem baixa de 1,03% aos 4.641 pontos.

(Fonte:Investing.com)

O mundo gira e a ADVANCED informa VOCÊ.

 Para fazer cotações e saber mais sobre nossos produtos, nossos OPERADORES  estão à sua disposição.

 

Obrigado – Mit freundlichen Grüßen – Merci – Grazie -Kind Regards – 最好的问候