Panorama de Mercado 01/11/2019

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ⬇ ➖0,80%  💱 🇪🇺 EURO ⬇  ➖1%  🗞

 

Ibovespa futuro: +0,70%          Ásia: +0,99%

Dow Jones Futuro: +0,40%     Europa (Frankfurt): +0,60%.

 

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em baixa no início dos negócios. Os mercados reagem a dados importantes no começo de novembro. Um deles e surpreendente veio da China, onde a atividade industrial medida pelo Índice de Gerentes de Compras (PMI) do Caixin/Markit, em outubro, foi de 51,7, ante 51,4 em setembro. Sua força se sustentou em novas encomendas de exportação que subiram e fábricas que ampliaram a produção. Aqui, a produção industrial registrou alta de 0,3% em setembro na comparação com o mês anterior. O IPC-S caiu 0,09% em outubro, depois de registrar estabilidade em setembro. Mas o carro chefe vem dos Estados Unidos, onde saiu a pouco o relatório geral do mercado de trabalho do país, o payroll. O documento esclareceu que o crescimento dos empregos desacelerou menos do que o esperado em outubro. As folhas de pagamento não-agrícolas aumentaram 128 mil empregos no mês passado, porém o setor manufatureiro perdeu 36 mil posições (o maior desde outubro de 2009), nesse aspecto vale ressaltar que a greve na GM impacta no indicador uma vez que trabalhadores em greve, que não recebem salários durante esse período, são tratados como desempregados. O relatório também evidenciou que a economia criou 95 mil empregos a mais em agosto e setembro do que o estimado anteriormente. Mesmo sem as distorções de greve o crescimento do emprego demonstra desaceleração durante o ano 2019. Outro dado relevante, é o de que o salário médio por hora subiu 0,2%, depois de inalterado em setembro, o que levou o aumento anual dos salários à 3% em outubro. A taxa de desemprego subiu para 3,6%. Com os trabalhadores inseridos no mercado, seus gastos sustentam a economia enquanto os investimentos empresariais desaceleram. Não atoa o Federal Reserve em sua última decisão sobre política monetária argumentou que o mercado de trabalho permanece sólido. Na agenda norte-americana, dados sobre atividade industrial entre 10H45 e 11H encerram o calendário. Sobre política no Brasil, o Ministro da Economia Paulo Guedes pretende apresentar na próxima terça-feira ao Congresso algumas PECs que englobam desonerações, desindexações e desvinculações. Enquanto isso os embates em torno da reforma tributária devem ser iniciados em breve. Sobre a reforma administrativa, que pretende reduzir algumas regalias do funcionalismo federal entre outras medidas, seu início se dará também pela Câmara. A agenda de aceleração de privatizações e geração de novos empregos são outros temas que a equipe econômica buscará construir junto ao Congresso em meio às negociações. A semana termina com a assinatura do termo aditivo do contrato da cessão onerosa entre a Petrobras e a União que permitirá a realização do megaleilão do pré-sal no próximo dia 6.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆  INDEX: 0,05%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬇  FUTURO: 0,70%  (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Dezembro).

 

Na agenda interna, O presidente Jair Bolsonaro lamentou a declaração de seu filho Eduardo Bolsonaro sobre AI-5, disse que o filho estava pronto para se desculpar e ressaltou que não tem nenhum interesse no autoritarismo. Em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, na TV Band, Bolsonaro disse que não pensa em uma arma como o AI-5, lembrou que tanto ele quanto o filho, que é deputado federal, foram eleitos de maneira democrática e defendeu que o país não se atenha a “assuntos menores”. “Eu falei para ele ‘se desculpa junto àqueles que porventura não interpretaram você corretamente’. E ele falou ‘não tem problema nenhum’”, disse o presidente, ao explicar o contexto da fala de Eduardo sobre o ato institucional do regime militar. “Ele fala que no contexto lá dos anos 1960, o Brasil viveu um momento difícil aqui também e que o AI-5 foi quase uma imposição. Mas ele fala também que o AI-5 não existe. Essa arma não existe, tá? E nem queremos e nem pretendemos falar em autoritarismo da nossa parte”, disse, na entrevista, aproveitando para se dizer chateado por “qualquer palavra” tornar-se um “tsunami”. “Se lamenta essa notícia aqui em parte distorcida, mas meu filho está pronto para se desculpar , tendo em vista ter sido mal interpretado”, acrescentou o presidente.

A semana termina com assinatura do termo aditivo do contrato da cessão onerosa entre a Petrobras e a União. A assinatura é importante para a realização do megaleilão do petróleo que será realizado no próximo dia 6.

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) passou a cair 0,09% em outubro, depois de registrar estabilidade em setembro. Com isso, o IPC-S acumula alta de 2,93% nos últimos 12 meses.

O Ministro da Economia Paulo Guedes pretende apresentar na próxima terça-feira ao Congresso algumas PECs que englobam desonerações, desindexações e desvinculações. Enquanto isso os embates em torno da reforma tributária devem ser iniciados em breve. Sobre a reforma administrativa, que pretende reduzir algumas regalias do funcionalismo federal entre outras medidas, seu início se dará também pela Câmara. A agenda de aceleração de privatizações e geração de novos empregos são outros temas que a equipe econômica buscará construir junto ao Congresso em meio às negociações.

A produção industrial brasileira registrou alta de 0,3 por cento em setembro na comparação com o mês anterior, informou o IBGE. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção subiu 1,1 por cento.

 

Na agenda externa, A atividade industrial da China expandiu inesperadamente no ritmo mais forte em mais de dois anos em outubro, uma vez que as novas encomendas de exportação subiram e as fábricas ampliaram a produção, segundo a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit que mostrou 51,7 em outubro de 51,4 em setembro, marcando o terceiro mês seguido de expansão.

 

Nas Bolsas, Os índices acionários da China subiram nesta sexta-feira para terminar a semana com ganhos devido a dados mais fortes do que o esperado da indústria do país, além do crescente otimismo com um potencial acordo comercial com os Estados Unidos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,69%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,99%. Bolsas europeias em alta.

 

Nos Estados Unidos, O presidente Donald Trump, afirmou que EUA e China anunciarão em breve um novo local para que ele e o presidente chinês, Xi Jinping, assinem a “fase 1” de um acordo comercial depois que o Chile cancelou uma cúpula planejada para meados de novembro. Na agenda teremos a divulgação do relatório geral do mercado de trabalho, o payroll, logo no início da manhã, e um pouco mais tarde entre 10H45 e 11H, dados de atividade industrial. Alguns membros do FED discursam também.

 

Fonte: Reuters.

Publicado por

Alessandro Faganello

Iniciando sua carreira no mercado financeiro ainda em sua adolescência e por intermédio de seu pai, passou por diversas instituições ao longo de seus 30 anos de experiência em câmbio. Na Advanced desde 2014, se tornou um dos principais formadores de opinião da Mesa de Operações. Em nossos boletins escreve com uma linguagem simples e direta para deixar você, cliente Advanced, o mais bem informado possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *