Panorama de Mercado 08/01/19

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ▼0,51%  💱 🇪🇺 EURO  ▼0,63%  mediante encerramento do dia anterior.

 

No mercado de câmbio:

O dólar opera em queda nesta terça-feira (8), com os investidores à espera de novidades sobre as negociações entre Estados Unidos e China sobre um acordo comercial, e também aguardando o desfecho da reunião ministerial do governo Jair Bolsonaro.

Mercado operando em torno de R$ 3,7156 para operações vinculadas a Importação e Exportação acima de U$1milhão.

Às 9h47, a moeda norte-americana caía 0,41%, vendida

A retomada das negociações entre Estados Unidos e China permanece no radar dos agentes, em uma tentativa de encerrar a disputa comercial.

O mercado monitora ainda pistas sobre o rumo dos juros nos Estados Unidos. Com taxas mais altas, a economia norte-americana se tornaria mais atraente para investimentos aplicados atualmente em outros mercados, como o Brasil, motivando assim uma tendência de alta do dólar em relação ao real.

Por isso, os investidores seguem atentos aos indicadores econômicos dos EUA, especialmente os sinais da inflação – já que uma alta dos juros tende a acontecer em um ambiente com inflação em crescimento.

Na sexta-feira, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que, apesar do bom momento, o banco central norte-americano será sensível aos riscos ressaltados por investidores e paciente com a política monetária em 2019.

Em dezembro, o Fed sinalizou que poderia aumentar os juros duas vezes neste ano, embora o mercado financeiro imagine que a trajetória será ainda mais suave, sobretudo por causa dos temores de desaceleração da economia global.

 

Atuação do BC

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de US$ 13,398 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

 (Fonte:G1)

 

Na mercado interno:

A produção industrial brasileira registrou alta de 0,1 por cento em novembro na comparação com o mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção caiu 0,9 por cento.

-O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou alta de 0,44 por cento na primeira leitura de janeiro, depois de ter avançado 0,29 por cento em dezembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

Os dados mostram que a principal influência nesta leitura partiu do grupo Alimentação, cuja alta acelerou a 1,02 por cento no período de 0,74 por cento em dezembro, com destaque para o item laticínios.

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta segunda-feira (7), após cerimônia de posse no Palácio do Planalto, que a classe média terá de pagar juros de mercado para o financiamento habitacional.

Segundo ele, serão juros maiores do que os oferecidos nas operações do Minha Casa Minha Vida, programa habitacional que conta com juros subsidiados para a população de baixa renda.

(Fonte:Investing.com)

 

Na agenda:

Hora

Moeda

Import.

Evento

Atual

Projeção

Prévio

01:35

  JPY

 

Leilão JGB a 10 anos

0,020%

 

0,070%

 

05:00

  EUR

 

Produção Industrial – Alemanha (Mensal) (Nov)

-1,9%

0,3%

-0,8%

 

06:30

  GBP

 

Índice de Preços de Imóveis Halifax (Mensal) (Dez)

2,2%

0,5%

-1,4%

 

06:30

  GBP

 

Índice de Preços de Imóveis Halifax (Anual) (Dez)

1,3%

0,4%

0,3%

 

09:00

  BRL

 

Produção Industrial (Anual) (Nov)

-0,9%

2,3%

0,8%

 

11:30

  USD

 

Exportações

 

 

211,05B

 

11:30

  USD

 

Importações

 

 

266,53B

 

11:30

  USD

 

Balança Comercial (Nov)

 

-54,00B

-55,50B

 

A definir

  USD

 

Transporte de Bens de Capital Não Relacionados à Defesa, excl. aeronaves (Mensal)

 

 

-0,1%

 

19:30

  USD

 

Estoques de Petróleo Bruto Semanal API

 

 

6,920M

 

 

(Fonte:Investing.com )

 

No mercado Externo :

O Federal Reserve poder ter que elevar apenas uma vez os juros em 2019, disse o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, nesta segunda-feira, ao focar no nervosismo dos executivos de negócios sobre a economia e uma desaceleração do crescimento global como fatores que podem deter o banco central dos EUA.

"Eu estou em um movimento para 2019", disse Bostic, que não é membro votante nos encontros de política monetária do Fed neste ano.

Embora o crescimento econômico dos EUA tenha surpreendido positivamente em 2018, e levado o Fed a aumentar as taxas de juros quatro vezes, Bostic disse que seus contatos de negócios parecem menos confiantes nos próximos meses, enquanto "nuvens" se desenvolveram no exterior.

 (Fonte:Investing.com)

 

Nas Bolsas:

 O principal indicador da bolsa brasileira, a B3, recuou na ultima segunda-feira, num dia bastante volátil e com movimentos de realização de lucros, e interrompeu uma sequência de cinco altas. Ao longo do pregão, o Ibovespa chegou a subir e a operar acima dos 92 mil pontos.

O Ibovespa recuou 0,15%, a 91.699 pontos. Na mínima da sessão, foi a 91.288 pontos. Na máxima, chegou a 92.551 pontos. Veja mais cotações.

 

Cenário interno

Internamente, investidores seguiram repercutindo as expectativas sobre o novo governo. Operadores apontaram ainda que é natural um movimento de correção da bolsa após a recente sequência de altas, destacou o Valor Online.

O mercado ainda aguarda anúncios sobre reformas consideradas essenciais para o reequilíbrio das contas públicas, como a da Previdência.

 

 

Lá fora

Do cenário externo, o mercado acompanhou o avanço nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China, em busca de soluções para a disputa comercial entre os dois países que vem causando preocupações sobre os impactos na economia global. 

Os investidores também monitoraram os Estados Unidos. Na última sexta-feira, a economia norte-americana divulgou fortes dados de emprego e o presidente do banco central do país deu declarações que corroboraram apostas de que a economia dos EUA segue saudável e que o Federal Reserve (Fed, o banco central do país) adotará um tom moderado no processo de aumento de juros.

(Fonte:G1)

 

O mundo gira e a ADVANCED informa VOCÊ.

  

 Para fazer cotações e saber mais sobre nossos produtos, nossos OPERADORES  estão à sua disposição.

 

Obrigado – Mit freundlichen Grüßen – Merci – Grazie -Kind Regards – 最好的问候 

Publicado por

Douglas Dantas

Gerente Mesa de Operações e Executivo Financeiro com ampla experiência em todos os aspectos do comercio exterior e câmbio. Experiência direta em intermediações de operações bancárias e rotina de mesa de operações. Gerenciamento de tesouraria cambial, conta corrente moeda estrangeira, atendimento a clientes finais. Expertise em SPB e SWIFT system.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *