Panorama de Mercado 12/04/2019

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,40%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕1%  🗞.

 

No mercado de câmbio:  Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Com a temperatura subindo após a procuradoria geral da república solicitar uma prorrogação no inquérito ao qual perícia feita em sistemas internos da Odebrecht registram pagamento de propina no valor de R$ 1,4 milhão atribuídos supostamente ao presidente da  Câmara Rodrigo Maia, e seu pai, fica um suspense no ar, principalmente após as criticas de Maia feitas no dia de ontem em relação a articulação do governo no que se refere a construção de base sólida que constitua apoio à aprovação da previdência. Na rota da Lava-Jato, Maia pode se tornar fator de especulação dos mercados a respeito de sua relação com o executivo, afinal, cabe ao presidente do congresso a deliberação de pautas. O receio maior é que o cenário tenso possa dificultar o andamento da reforma. Inclusive a própria posição do centrão, de inverter a votação na CCJ, na próxima semana, com a proposta do orçamento impositivo, vista em semanas anteriores como uma espécie de retaliação do legislativo ao executivo, por engessar um pouco mais as contas do governo, pode atrasar o cronograma previsto de aprovação do texto original da previdência. Vamos observar. No mais, o ambiente externo, mostra uma recuperação das exportações chinesas, entretanto, com as importações declinando. Enquanto isso, investidores aguardam pelo fim das negociações do país com os Estados Unidos, que podem aliviar os temores de uma desaceleração econômica global acentuada. Com uma agenda fraca nesse encerramento de semana, a Universidade de Michigan divulgará sua medida preliminar de confiança do consumidor americano em abril às 11h00. O Banco Central Brasileiro continua rolando vencimentos de swaps e oferta 5.350 contratos para essa finalidade nesta manhã.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR    INDEX: -0,40%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR  ⬆ MAIO: 0,44% (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Maio).

 

Na agenda interna, O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu para julgamento do plenário da corte processo que discute a modulação dos efeitos da correção monetária em causas em que cidadãos têm créditos a receber da Fazenda Pública, causa essa que pode trazer um impacto bilionário para as contas da União. Segundo parecer técnico da AGU, cálculos mais recentes estimam que o impacto para a União seria de 40,8 bilhões de reais apenas no âmbito da Justiça Federal sobre precatórios e outros créditos devidos pela Fazenda Pública Federal e inscritos no Orçamento entre 2011 e 2017, se não houver modulação dos efeitos.

Uma perícia feita nos sistemas internos da Odebrecht de registro de pagamento de propina mostraram execuções de pagamentos no valor de R$ 1,4 milhão a codinomes atribuídos ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM). Segundo delatores, Rodrigo Maia era "Botafogo" e "Inca" nas planilhas e o pai, César Maia, era o "Despota". As informações constam de pedido de prorrogação do inquérito feito nesta quarta-feira (10) pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e que estão sob análise do relator do caso, ministro Luiz Edson Fachin. Não há prazo para ele decidir sobre a prorrogação.

 

Na agenda externa, As exportações da China se recuperaram em março mas as importações encolheram pelo quarto mês seguido e a um ritmo mais forte, indicando um cenário misto da economia conforme as negociações comerciais com os Estados Unidos avançam para um fim. Investidores aguardam sinais de recuperação econômica do país para aliviar os temores sobre a desaceleração do crescimento global.

 

                              

Nas Bolsas, O índice acionário de Xangai recuperou as perdas e terminou estável nesta sexta-feira, uma vez que exportações acima do esperado levaram algum alívio a investidores que buscam sinais de estabilização da segunda maior economia do mundo. Bolsas Europeias em alta.

 

Nos Estados Unidos, A Universidade de Michigan divulgará sua medida preliminar de confiança do consumidor em abril às 11h00.

 

Fonte: Reuters.

Publicado por

Alessandro Faganello

Iniciando sua carreira no mercado financeiro ainda em sua adolescência e por intermédio de seu pai, passou por diversas instituições ao longo de seus 30 anos de experiência em câmbio. Na Advanced desde 2014, se tornou um dos principais formadores de opinião da Mesa de Operações. Em nossos boletins escreve com uma linguagem simples e direta para deixar você, cliente Advanced, o mais bem informado possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *