Panorama de Mercado 18/03/2020

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕2,50%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕1,90%  🗞.

 

Ibovespa futuro: -7%                                   Ásia (CSI300): -2%

Dow Jones Futuro: -4%                              Europa (Frankfurt): -4,20%

 

No mercado de câmbio: Dólar operando em forte alta no início dos negócios. A percepção de risco aumenta diante da crescente possibilidade de recessão global avolumar tendências negativas. No exterior, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, afirmou que o PIB do zona do euro pode contrair 5% se o isolamento por coronavírus continuar por um período hipotético de três meses. Ontem, líderes da União Europeia concordaram em fechar suas fronteiras por 30 dias afim de conter a disseminação da doença. Na China, a previsão para o primeiro trimestre é de uma queda brusca, todavia, o país tem um tendência crescente de contenção do coronavírus e luta para manter isso, trabalhando para prevenir e controlar a disseminação. Por aqui, o governo pede ao Congresso reconhecimento de estado de calamidade pública para que possa elevar gastos sem precisar cumprir a meta fiscal. A medida visa enfrentar a pandemia. A Câmara aprovou a liberação de recursos para Estados e municípios e proibiu a exportação de produtos de combate ao Covid-19. Enquanto isso, o General Heleno testou positivo, ao passo que o presidente Jair Bolsonaro, em seu segundo teste, teve resultado negativo para a infecção. Donald Trump dará entrevista coletiva  sobre “notícia muito importante” relacionada ao vírus por volta das 13H30. Nos Estados Unidos, a construção de novas casas caiu em fevereiro 1,5%. Na zona do euro, a inflação desacelerou, e o primeiro ministro espanhol, Pedro Sanchez, disse que a economia do país irá contrair. O Banco Central Brasileiro já realizou nesta manhã dois leilões, um de linha, onde vendeu USD 2 bilhões ao mercado com compromisso de recompra, e outro à vista, no valor de USD 1 bilhão na tentativa de amenizar o quadro de forte pressão e desvalorização do Real. E hoje ao final do dia saberemos o tamanho do corte da Selic que será feito pelos formuladores de política monetária do COPOM.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆ INDEX: 0,74%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆ FUTURO: 3,10%  (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de abril).

 

Na agenda interna,  O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que os parlamentares darão prioridade máxima à análise do pedido do governo federal pela decretação de estado de calamidade pública em decorrência do coronavírus, e elogiou a medida como importante para a liberação de mais recursos para enfrentar a pandemia. O governo anunciou que vai pedir ao Congresso o reconhecimento de estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus e seus impactos na saúde dos brasileiros e na economia do país, abrindo espaço para elevar seus gastos sem precisar cumprir a meta fiscal. A Câmara dos Deputados aprovou três medidas de combate a coronavírus: a liberação de recursos para Estados e municípios, a proibição da exportação de produtos de combate ao Covid-19 e facilidade de acesso ao álcool para desinfecção. Câmara e Senado também aprovaram sistemas de votação remota durante a emergência sanitária.

O presidente Jair Bolsonaro disse no Twitter na noite de ontem que seu segundo teste para o novo coronavírus também deu negativo.

O IGP-M passou a subir 0,99% na segunda prévia de março, depois de registrar estabilidade no mesmo período do mês anterior. O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

 

 

Na agenda externa, A inflação na zona do euro desacelerou em fevereiro na comparação com o ano anterior, informou a agência de estatísticas da UE, confirmando sua estimativa anterior, ao mesmo tempo em que revisou para baixo uma medida do núcleo da inflação que exclui os preços voláteis de energia e alimentos. A Eurostat informou que os preços no bloco de 19 países subiram 1,2% em fevereiro sobre o ano anterior, contra 1,4% em janeiro. A leitura de fevereiro ficou em linha com as expectativas do mercado e com estimativas divulgadas pela Eurostat no início de março. Mas a agência de estatísticas revisou para baixo sua estimativa anterior do núcleo da inflação para 1,3%, de 1,4%. A leitura revisada repete o resultado de janeiro. O núcleo da inflação é a medida mais observada pelo Banco Central Europeu na definição de sua política monetária. O BCE encontra dificuldades há anos para atingir sua meta de inflação de perto mas abaixo de 2% no médio prazo.

A disseminação global do coronavírus trouxe novos desafios para o trabalho de prevenção e controle da China e ao desenvolvimento econômico, disse o Politburo do Partido Comunista do governo. A economia da China enfrenta crescente pressão negativa, afirmou a mídia chinesa. O país não pode permitir a reversão da tendência crescente de contenção do coronavírus.

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, vê contração de 5% do PIB da zona do euro se isolamento por coronavírus continuar.

A economia da Espanha vai contrair como consequência da crise do coronavírus, afirmou o primeiro-ministro, Pedro Sánchez a um Parlamento quase vazio, em meio ao que chamou de "guerra" contra o coronavírus. Para evitar a propagação do vírus no Parlamento, havia apenas 28 parlamentares e cinco ministros para ouvir Sánchez quando normalmente o local recebe 350 pessoas."Nunca passamos por algo assim. E nossa sociedade, que cresceu acostumada a mudanças que expandam nossas possibilidades de conhecimento, saúde e vida, agora se encontra em uma guerra para defender tudo que considerávamos como certo", disse Sánchez.

Líderes da União Europeia (UE) concordaram ontem em fechar as fronteiras da Europa por 30 dias para impedir a propagação do coronavírus, mas também em estabelecer vias rápidas nas divisas de seus países para manter a circulação de mercadorias, disseram os próprios líderes do bloco após uma videoconferência.  

 

Nas Bolsas,  Os índices acionários da China reverteram os ganhos anteriores e fecharam em baixa nesta quarta-feira, acompanhando as perdas nos mercados asiáticos uma vez que as persistentes preocupações sobre a rápida disseminação do coronavírus fora da China afetava o sentimento. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,98%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,83%. Bolsas europeias em forte baixa.

 

Nos Estados Unidos, Dados do setor imobiliário foram divulgados nesta manhã.

 

ADVANCED – “A sua escolha em câmbio”.

 

Fonte: Reuters.

Publicado por

Alessandro Faganello

Iniciando sua carreira no mercado financeiro ainda em sua adolescência e por intermédio de seu pai, passou por diversas instituições ao longo de seus 30 anos de experiência em câmbio. Na Advanced desde 2014, se tornou um dos principais formadores de opinião da Mesa de Operações. Em nossos boletins escreve com uma linguagem simples e direta para deixar você, cliente Advanced, o mais bem informado possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *