Panorama de Mercado 24/03/2020

Aos clientes e amigos,

 

Bom dia  👀 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR  ⬇ ➖1%  💱 🇪🇺 EURO ⬇  ➖0,05%  🗞 .

 

Ibovespa futuro: 7,5%                               Ásia (CSI300): 2,69%

Dow Jones Futuro: 5%                              Europa (Frankfurt): 6%

 

No mercado de câmbio: Dólar operando em baixa no início dos negócios reagindo a diversas medidas de estímulos dos Bancos Centrais, liderados pelo Federal Reserve, que pela primeira vez vai apoiar compras de títulos corporativos, respaldar empréstimos diretos a empresas e ampliar suas compras de ativos por quanto tempo for necessário para estabilizar os mercados financeiros, permitindo que empresas e instituições tenham acesso a recursos para honrar compromissos junto a credores aliviando um pouco as tensões. Outros fatores que contribuem para esse começo de dia positivo é o entendimento de que o Banco Central Brasileiro está atento e atuante nesse momento em que se busca um ponto de equilíbrio que possa sustentar os mercados, além da expectativa pela aprovação de um pacote de aproximadamente USD 2 trilhoes que pode ser alinhado entre republicanos e democratas nos Estados Unidos ainda hoje. Vale ressaltar que a instabilidade deve perdurar por um bom tempo, com os mercados alternando-se no humor, diante de dados que já começam a refletir os impactos do coronavírus na atividade global. Hoje, por exemplo, tombo geral na atividade empresarial na zona do euro em março, com os índices PMI industrial e de serviços caindo a níveis assustadores após a pandemia forçar o fechamento de diversos setores de atividade colapsando a economia e mostrando a cara da recessão que se aproxima. Jogos olímpicos no Japao? Adiado por um ano.  No mais, as vendas no varejo brasileiro mostraram o pior desempenho em um ano em janeiro, recuando 1% em relação ao mês anterior e dando mostras que os dados que vem adiante serão piores ainda diante dos fechamentos de lojas e comércios. E após a crise diplomática entre Brasil e China, o presidente Jair Bolsonaro disse ter conversado com o presidente da China, Xi Jinping, reforçando os laços de amizade, troca de informações sobre o Covid-19 e ampliação dos laços comerciais. O governo apresentou um plano de 88,2 bilhões de reais para Estados e municípios conseguirem arcar com demandas de saúde e impactos econômicos do coronavírus. Logo mais os americanos trazem dados do setor imobiliário, industrial e de serviços.

 

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬇ INDEX: 0,70%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬇ FUTURO: 1,20%  (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de abril).

 

Na agenda interna,   Governo e Banco Central seguem trabalhando juntos para fazer frente ao impacto do surto, de dimensões crescentes e ainda incertas, sobre a atividade econômica brasileira. Nesse sentido vamos elencar algumas medidas tomadas até o momento: Governo: pediu ao Congresso o reconhecimento do Estado de calamidade pública, que o libera do cumprimento da meta fiscal no ano podendo aumentar seus gastos, suspensão do contrato de trabalho temporariamente com a ajuda do Estado aos trabalhadores, antecipação de férias individuais, decretação de férias coletivas, diferimento do recolhimento do FGTS, no sentido de flexibilizar regras, aguardando a anuência do Congresso para tanto. Já para os mais vulneráveis: Antecipação das duas parcelas do 13º de aposentados e pensionistas do INSS para abril e maio (46 bilhões de reais), Antecipação do pagamento do abono salarial para junho (12,8 bilhões de reais), Transferência de valores não sacados do PIS/Pasep para o FGTS para permitir novos saques (21,5 bilhões de reais), Reforço de 3,1 bilhões de reais ao programa Bolsa Família, Antecipação de 25% do que teriam direito os trabalhadores mensalmente caso requeressem o benefício do seguro-desemprego. Programa válido para pessoas que recebem até 2 salários mínimos e tiverem redução de salário e jornada (10 bilhões de reais), Programa de concessão direta de recursos aos autônomos, de valor médio de 200 reais, ao custo de 5 bilhões de reais por mês, pelo prazo de três meses (15 bilhões de reais). Para manutenção dos empregos: Diferimento do prazo de pagamento do FGTS pelas empresas por 3 meses, já incluída na MP do domingo (30 bilhões de reais),Diferimento da parte da União no Simples Nacional por 3 meses (22,2 bilhões de reais), Crédito adicional de 5 bilhões de reais do Proger/FAT para micro e pequenas empresas, Redução de 50% nas contribuições do Sistema S por três meses (2,2 bilhões de reais). Para o combate direto a pandemia: Destinação do fundo do Dpvat para o Sistema Único de Saúde (4,5 bilhões de reais), Adiamento do Censo do IBGE para 2021 com destinação de 2,3 bilhões de reais para a saúde, 5 bilhões de reais de crédito para programações orçamentárias do Ministério da Saúde. Apoio aos Estados: O governo apresentou um plano de 88,2 bilhões de reais para Estados e municípios conseguirem arcar com demandas de saúde e impactos econômicos do coronavírus. Empresas aéreas: Medida Provisória ampliou o prazo de pagamentos de reembolsos de passagens e postergou pagamentos das outorgas dos aeroportos concedidos que vencem este ano. Na outra frente o Banco Central Brasileiro vem atuando da seguinte maneira: no ano até ontem, o Banco Central vendeu 9,654 bilhões de dólares das reservas no mercado à vista, 14 bilhões de dólares em leilões de linha —venda com compromisso de recompra— e 10,5 bilhões de dólares em contratos de swap, a autoridade monetária anunciou que passará a fazer leilões de compra com compromisso de revenda de títulos soberanos do Brasil denominados em dólar das instituições financeiras nacionais, mecanismo que já havia sido acionado na crise financeira de 2008 em um esforço para melhorar o funcionamento dos mercados. O estoque atual de bônus globais é de 31 bilhões de dólares e o BC afirmou que poderá realizar a compra total desse volume. Na última sexta, o BC recomprou o equivalente a 2,954 bilhões de dólares, O Federal Reserve, banco central dos EUA, estabeleceu uma linha de swap com o Brasil, no valor de 60 bilhões de dólares, e com outros oito países para ampliar a oferta de dólar nessas economias. O acordo fica em vigor por pelo menos seis meses. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que por ora não há a intenção de usar o instrumento, mas que trata-se de um seguro importante. Selic: O BC intensificou o ritmo de corte dos juros na semana passada, quando reduziu a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para nova mínima histórica de 3,75% ao ano. Títulos Públicos: O Tesouro deu início, em 12 de março, a programa de compra e venda de títulos públicos com o objetivo de garantir o bom funcionamento do mercado diante da forte volatilidade. Até segunda-feira, as operações de compra e venda já movimentaram 35,558 bilhões de reais, volume que inclui leilões dos papéis prefixados LTN e NTN-F e de NTN-B —esta com rentabilidade atrelada à inflação, entre outras medidas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que deve ser apresentada entre esta segunda e a terça-feira uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para separar os gastos com o enfrentamento da crise causada pelo novo coronavírus do Orçamento do governo. Questionado sobre a destinação de recursos do fundo eleitoral para as medidas de enfrentamento à crise do novo coronavírus, Maia lembrou que o Congresso Nacional aprovou, na última semana, o estado de calamidade, dando liberdade ao governo e liberando-o do cumprimento da meta fiscal. Para o deputado, haverá a discussão sobre as despesas públicas “no momento adequado”. O parlamentar manifestou a intenção de organizar “nas próximas semanas” uma agenda de votações para o enfrentamento da crise nos próximos meses e defendeu que todos os Poderes possam dar a sua contribuição —incluindo a discussão sobre salários acima do teto.

O número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil avançou para 34 ontem, um aumento de 36% em relação às 25 registradas até a véspera.

 

 

Na agenda externa, Os ministros das finanças e presidentes de bancos centrais do grupo das 20 principais economias do mundo concordaram em desenvolver um "plano de ação" em resposta à pandemia do coronavírus que o Fundo Monetário Internacional (FMI) espera desencadear uma recessão global, mas não ofereceu detalhes.

A pandemia de coronavírus está "acelerando", com mais de 300.000 casos registrados no mundo e notificações em quase todos os países, afirmou o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus. Embora tenham se passado 67 dias entre o primeiro caso relatado e a marca de 100 mil casos de Covid-19, bastaram 11 dias para se chegar aos 100 mil casos seguintes e só quatro dias para a terceira leva de 100 mil casos, disse Ghebreyesus. "Mas não somos prisioneiros das estatísticas. Não somos testemunhas impotentes. Podemos mudar a trajetória desta pandemia", disse Tedros em um briefing pela internet com mais de 300 repórteres. Para tanto, ele pediu um comprometimento político global, exortando os países a adotarem medidas defensivas e agressivas. "Pedir às pessoas que fiquem em casa e outras medidas de distanciamento social são uma maneira importante de refrear a disseminação do vírus e ganhar tempo, mas são medidas defensivas", afirmou. "Para vencer, precisamos atacar o vírus com táticas agressivas e específicas – examinando cada caso suspeito, isolando e cuidando de cada caso confirmado e rastreando e colocando em quarentena cada contato próximo."

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que está vendo “aceleração muito grande” em número de casos de coronavírus nos Estados Unidos, o que representa potencial para o país se tornar o novo epicentro da epidemia.

A atividade empresarial da zona do euro despencou em março após a pandemia de coronavírus causar estragos e deixar fechados lojas, restaurantes e escritórios. O PMI Composto preliminar do IHS Markit, considerado uma boa medida da saúde econômica, despencou à mínima recorde de 31,4 este mês ante 51,6 em fevereiro, de longe a maior queda mensal desde que a pesquisa começou em meados de 1998. "A atividade empresarial na zona do euro entrou em colapso em março de uma maneira que supera de longe o que foi visto no ápice da crise financeira global", disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit. "Fortes contrações foram vistas na França, Alemanha e no resto da zona do euro uma vez que os governos adotaram medidas cada vez mais duras para conter a disseminação do coronavírus." Todos os subíndices na pesquisa ficaram abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração, com os novos negócios afetados particularmente com força –esse índice caiu para a mínima recorde de 29,5 ante 51,2. "O PMI de março indica o PIB caindo a uma taxa trimestral de cerca de 2%, e claramente há espaço para que a contração se intensifique ainda mais", disse Williamson. A atividade no setor de serviços do bloco contraiu à taxa mais forte nas mais de duas décadas da pesquisa, indo a 28,4 de 52,6. As indústrias foram um pouco menos impactadas, com o PMI do setor caindo a 44,8 de 49,2 –leitura mais baixa desde julho de 2012 mas acima das expectativas.

 

Nas Bolsas,  Os índices acionários da China acompanharam os mercados da Ásia e fecharam em alta nesta terça-feira, após o Federal Reserve ter apresentado uma série de medidas de suporte, embora os ganhos tenham sido limitados pela forte alta nos novos casos de coronavírus na China. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,69%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,34%. O banco central norte-americano disse na segunda-feira que pela primeira vez vai apoiar compras de títulos corporativos, respaldar empréstimos diretos a empresas e ampliar suas compras de ativos por quanto tempo for necessário para estabilizar os mercados financeiros. As ações europeias tentam se recuperar com uma nova onda de estímulos monetários e fiscais interrompendo uma venda global nos mercados acionários, mas evidências crescentes dos danos econômicos da pandemia de coronavírus deixavam os investidores ansiosos. Em um esforço global coordenado para estabilizar os mercados financeiros em uma das maiores perdas já registradas, a Alemanha lançou um pacote de estímulos de até 750 bilhões de euros, enquanto o Federal Reserve adotou medidas sem precedentes para aumentar o crédito em toda a economia.

 

 

Nos Estados Unidos, O secretário do Tesouro e o líder democrata no Senado expressaram confiança de que um acordo será alcançado em breve sobre um pacote de estímulo econômico de longo alcance contra o coronavírus que havia sido paralisado no Senado enquanto os parlamentares o discutiam. Os negociadores fizeram grandes progressos na medida bipartidária de 2 trilhões de dólares na segunda-feira, mas sem atingir um acordo final, como esperavam, disseram o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e o líder democrata do Senado, Chuck Schumer, a repórteres. O presidente Donald Trump desabafou no Twitter no momento em que Mnuchin e Schumer falavam, acusando a presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi, de tirar “férias prolongadas” e então fazer exigências com as quais ele nunca concordaria. “Os democratas querem que o vírus vença?” Trump disse em post no Twitter. “Eles estão pedindo coisas que não têm nada a ver com nossos grandes trabalhadores ou empresas”.

 

 

ADVANCED – “A sua escolha em câmbio”.

 

Fonte: Reuters e Investing.com

Publicado por

Alessandro Faganello

Iniciando sua carreira no mercado financeiro ainda em sua adolescência e por intermédio de seu pai, passou por diversas instituições ao longo de seus 30 anos de experiência em câmbio. Na Advanced desde 2014, se tornou um dos principais formadores de opinião da Mesa de Operações. Em nossos boletins escreve com uma linguagem simples e direta para deixar você, cliente Advanced, o mais bem informado possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *