Intercâmbio para fazer pós-graduação

0

Um programa de intercâmbio é uma experiência muito enriquecedora na vida de qualquer pessoa. E uma das opções é realizar um intercâmbio para estudar e fazer um curso de pós-graduação.

 

O intercâmbio é ideal para quem quer aprimorar um outro idioma, conviver com novas culturas e viver experiências que engrandeçam ainda mais o ser humano expandindo seus conhecimentos.

 

Além disso, o estudo fora do seu país de origem torna o currículo ainda mais atraente, tanto para empresas atuantes no mercado brasileiro, quanto em outros países do mundo.

 

Fazer intercâmbio para uma pós-graduação pode não ser tão complexo quanto parece, afinal existem várias instituições brasileiras e estrangeiras que atuam para facilitar essa situação. Acompanhe com a gente algumas dicas para realizar este sonho:

 

Intercâmbio de pós-graduação: por onde começar?

Comece pesquisando os prazos, exigências e se planeje com muita antecedência!

 

São vários países que você pode ter como alvo, portanto, levante as informações de cada um deles para que você possa concluir a melhor opção para você de todos os pontos de vista, seja financeiro, seja de aprendizado, de bolsa de estudos, distância, etc.

 

Bolsa de estudos para intercâmbios de pós-graduação

 

São vários os países em que você pode conseguir bolsa de estudos para realizar o seu intercâmbio de pós-graduação, já que os custos comumente são os vilões nestes casos.

 

Veja algumas instituições brasileiras que auxiliam a aquisição de bolsa de estudos para intercâmbio:

 

— CAPES —

CAPES (Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) é uma instituição brasileira que oferece bolsas que cobrem estudos em doutorado, estágio de pós-doutorado, entre outros.

 

— FAPESP —

A FAPESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, oferece bolsas tanto no Brasil, especificamente no estado de São Paulo, e também no exterior.

 

— Fundação Lemann —

Iniciativa privada que tem ajudado estudantes a realizarem o sonho da pós-graduação fora do Brasil. É voltada para pessoas comprometidas com o desenvolvimento de nosso país.

 

Intercâmbio de pós-graduação na Europa

 

Instituições europeias que podem fornecer bolsas de estudos para quem deseja fazer o intercâmbio de pós-graduação:

 

  • Alemanha: DAAD – Deutscher Akademischer Austauschdienst;
  • Bélgica: VLIR-UOS Scholarships;
  • Dinamarca: Study in Denmark;
  • Espanha: Fundação Carolina;
  • Finlândia: Universidade de Vaasa;
  • França: programa Emily-Boutmy Scholarship;
  • Holanda: Nuffic Neso Brazil – programa Orange Tulip Scholarship – OTS.

 

Intercâmbio para pós-graduação na América do Norte

 

Instituições da América do Norte que podem fornecer bolsas de estudos para quem deseja fazer o intercâmbio de pós-graduação:

 

  • Canadá: Scholarships for non-Canadians e Emerging Leaders in America Program;
  • Estados Unidos: Fullbright Brasil;
  • México: Fundación Beca.

 

Intercâmbio para pós-graduação em outros países

 

  • Austrália: Futuro sem limites;
  • Nova Zelândia: New Zealand Scholarships – (áreas de agricultura e energia renovável);
  • Japão: Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia – MEXT.

 

Ajudamos?

Quando você for planejar a sua viagem, entre em contato com a gente. Nós temos experiencia com a transferência de dinheiro para o exterior para manutenção de intercambistas, e podemos dar as melhores dicas de como economizar com estas operações, além de ter a segurança necessária com o dinheiro.

 

 

Países mais visitados do mundo

0

O turismo internacional bate recordes ano após ano. Em 2017 foram mais de 1.3 bilhões de chegadas em países estrangeiros.

 

O crescimento nas chegadas ganhou como reflexo um forte aumento nos gastos gerados pelo Turismo, que atingiram US$ 1,6 trilhão em 2017, sendo US$ 1,3 trilhão em receitas dos destinos e US$ 240 bilhões em transporte internacional de passageiros não-residentes. Estes números colocaram o setor como o terceiro maior no mundo em exportação.

Países mais visitados do mundo - Arco do Triunfo, França

 

Neste dia 27 de setembro, é celebrado o Dia Mundial do Turismo, e por isso vamos listar os destinos mais visitados do mundo por turistas, confira:

 

Das 1,3 bilhão de chegadas internacionais de turistas em 2017:

 

  • 51% foram na Europa;
  • 24% na Ásia;
  • 16% nas Américas;
  • 5% na África e;
  • 4% no Oriente Médio.

 

Os gastos acumulados no setor ficaram divididos da seguinte forma:

 

  • 39% ficando na Europa;
  • 29% na Ásia;
  • 24% nas Américas;
  • 5% no Oriente Médio e;
  • 3% na África.

 

Os países mais visitados por estrangeiros em 2017 foram:

 

1 – França: 86,9 milhões de visitantes estrangeiros;
2 – Espanha: 81,8 milhões;
3 – Estados Unidos: 75,9 milhões (dados de 2016);
4 – China: 60,7 milhões;
5 – Itália: 58,3 milhões;
6 – México: 39,3 milhões;
7 – Reino Unido: 37,7 milhões;
8 – Turquia: 37,6 milhões;
9 – Alemanha: 37,5 milhões;
10 – Tailândia: 35,4 milhões.

 

Em receita gerada por visitantes:
1 – Estados Unidos: US$ 210,7 bilhões;
2 – Espanha: US$ 68 bilhões;
3 – França: US$ 60,7 bilhões;
4 – Tailândia: US$ 57,5 bilhões;
5 – Reino Unido: US$ 51,2 bilhões;
6 – Itália: US$ 44,2 bilhões;
7 – Austrália: US$ 41,7 bilhões;
8 – Alemanha: US$ 39,8 bilhões;
9 – Macau: US$ 35,6 bilhões;
10 – Japão: US$ 34,1 bilhões.

 

O ranking dos países por continentes:

 

Países mais visitados na EUROPA
1 – França: 86,9 milhões;
2 – Espanha: 81,7 milhões;
3 – Itália: 58,2 milhões;
4 – Reino Unido: 37,6 milhões;
5 – Turquia: 37,6 milhões;
6 – Alemanha: 37,4 milhões;
7 – Áustria: 29,4 milhões;
8 – Grécia: 27,1 milhões;
9 – Rússia: 24,3 milhões;
10 – Polônia: 18,4 milhões.

 

Países mais visitados na AMÉRICA DO NORTE
1 – Estados Unidos: 75,9 milhões (dados de 2016 – números em recontagem);
2 – México: 39,3 milhões;
3 – Canadá: 20,8 milhões.

 

Países mais visitados no CARIBE
1 – República Dominicana: 6,1 milhões;
2 – Cuba: 3,9 milhões (dados de 2016);
3 – Porto Rico: 3,8 milhões;
4 – Jamaica: 2,3 milhões;
5 – Bahamas: 1,4 milhão (dados de 2016);
6 – Aruba: 1 milhão.

 

Países mais visitados na AMÉRICA CENTRAL
1 – Costa Rica: 2,9 milhões;
2 – Nicarágua: 1,8 milhão;
3 – Panamá: 1,8 milhão;
4 – Guatemala: 1,6 milhão;
5 – El Salvador: 1,5 milhão.

 

Países mais visitados na AMÉRICA DO SUL
1 – Argentina: 6,7 milhões;
2 – Brasil: 6,5 milhões;
3 – Chile: 6,4 milhões;
4 – Colômbia: 4 milhões;
5 – Peru: 4 milhões;
6 – Uruguai: 3,7 milhões.

 

Países mais visitados na ÁFRICA
1 – Marrocos: 11,3 milhões;
2 – África do Sul: 10,2 milhões;
3 – Tunísia: 7 milhões;
4 – Zimbábue: 2,4 milhões;
5 – Costa do Marfim: 1,8 milhão;
6 – Maurício: 1,3 milhão;
7 – Quênia: 1,3 milhão.

 

Países mais visitados no ORIENTE MÉDIO
1 – Arábia Saudita: 16,1 milhões;
2 – Emirados Árabes Unidos: 15,8 milhões;
3 – Egito: 8,1 milhões;
4 – Bahrain: 4,3 milhões;
5 – Jordânia: 3,8 milhões;
6 – Israel: 3,6 milhões;
7 – Oman: 2,2 milhões (dados de 2016);
8 – Catar: 2,2 milhões.

 

Países mais visitados na OCEANIA
1 – Austrália: 8,8 milhões;
2 – Nova Zelândia: 3,5 milhões.

 

Países mais visitados na ÁSIA
1 – China: 60,7 milhões;
2 – Tailândia: 35,3 milhões;
3 – Japão: 28,6 milhões;
4 – Hong Kong (China): 27,8 milhões;
5 – Malásia: 25,9 milhões;
6 – Macau (China): 17,2 milhões;
7 – Índia: 15,5 milhões;
8 – Cingapura: 13,9 milhões;
9 – Coreia do Sul: 13,3 milhões;
10 – Indonésia: 12,9 milhões.

O que fazer numa viagem para o Chile

0

O Chile é, cada vez mais, uma das viagens internacionais mais procuradas por brasileiros.

 

Com destinos lindos e variados, o país acaba recebendo visitantes com interesse em neve, praias, deserto, e diversos pontos turísticos como museus. O Chile realmente é um destino que agrada muita gente, é perto e tem bom preço para uma viagem internacional.

 

Conheça agora alguns locais imperdíveis para uma viagem para o Chile.

 

1. Santiago
Santiago é uma cidade movimentada e organizada. Com uma paisagem que impressiona, a capital chilena tem vida noturna agitada, museus interessantes como a casa que Pablo Neruda viveu, e também parques para passear durante o dia, além de diversas atividades de entretenimento como normalmente se encontra em cidades grandes.

Santiago_Chile-1
2. Atacama
Talvez o destino mais famoso do Chile, o deserto do Atacama é o mais seco do mundo. São diversos motivos para se encantar com o local, como vulcões, cemitérios, ruínas e museus para apreciar a arquitetura de séculos passados, além da visita aos mini vulcões Gêiseres del Tatio, Valle de la Luna, que é o passeio mais tradicional do deserto por acreditar que se parece com a Lua, e o Valle de la Muerte, com cânions e dunas. Também são atrações os desertos de sal e piscinas termais naturais.

Fotos Deserto Atacama Chile

 

3. San Pedro de Atacama
São Pedro de Atacama é a cidade de apoio aos turistas que vão visitar o famoso deserto do Atacama no Chile. O município é pequeno e quente, além de ser cheio de turistas. Lá você vai encontrar boas opções gastronômicas.

San Pedro de Atacama, Chile

 

4. Valle Nevado
Bem próximo a capital do Chile, o Valle Nevado é uma das maiores atrações para quem visita o país. O Valle abriga quase 40 pistas de esqui, e é muito procurado durante o inverno. São 40 km de neve para esquiar e diversas opções de hospedagem que oferecem os mais diversos tipos de acomodações e opções de lazer, como spa, festas, piscinas aquecidas, entre outros.

Valle_Nevado_Chile

 

5. Torres Del Paine
Tido por muitos como o parque mais bonito do Chile, Torres del Paine pertence a região da Patagônia e é destino apaixonante para grande parte dos turistas que já visitaram o local.

O parque está localizado em uma imensa montanha que tem de um lado as torres de granito que recebem escaladores do mundo inteiro, e do outro ‘Los Cuernos’ com suas formas e superfícies estratificadas.

Além de todos os quilômetros de trilhas, você terá a oportunidade de passar pelos lagos Sarmiento del Toro, Pehoé, Nordenskjod e Grey, que são palco de fortes ventos, formando impressionantes movimentos na água, e também pode visitar a cascata de Salto Grande.

torres-del-paine-wallpapers-28076-2892860

 

6. Valparaíso
Declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, Valparaíso é charmosa, caótica, simpática e, em alguns lugares, barulhenta. Perto de Santiago, a cidade portuária é o segundo destino chileno mais procurado para viagens de estrangeiros, e tem casas lindas aglomeradas que são o principal local de visitação de turistas.

Foto de Valparaíso, Chile

 

7. Viña Del Mar
Viña Del Mar é localizada ao lado de Valparaíso, e assim como a cidade vizinha, é um dos mais importantes balneários do Chile. Com um mar extremamente gelado, é comum que muita gente não tenha coragem de entrar no mar, mas outras atrações como castelos, palácios, diversas grandes e longas áreas verdes, e restaurantes acabam cumprindo bem a função de cidade turística interessante para quem quer viajar para o Chile e, mais especificamente, para Viña Del Mar.

Foto de Viña Del Mar, Chile

 

8. La Serena
La Serena é a segunda cidade mais antiga do Chile. Com uma população de aproximadamente 150 mil pessoas, é um ótimo lugar para passar o verão, com várias opções de praias. A cidade é tranquila, e você vai poder encontrar passeios de barco para ver golfinhos e pinguins em seu habitat natural.

Foto de La Serena, Chile

 

9. Arica
Arica é uma cidade litorânea que fica no extremo norte do Chile. Como é pequena e não é uma cidade tão famosa, acaba sendo um destino tranquilo para a viagem, até porque muita gente fica apenas uma noite por lá antes de seguir viagem do Chile para o Peru. Arica tem boa gastronomia, é um lugar lindo e quem gosta de mergulho pode aproveitar ainda mais a cidade.

Foto morro de Arica, Chile

 

10. Museo Interactivo Mirador
O Museu Interativo Mirador, que fica em Santiago, é uma atração muito procurada por quem viaja para o Chile com crianças. Como o próprio nome já indica, é um museu interativo com 11 salas de exposições em robótica, geografia, química, física, sistema solar, energia e alguns outros temas.

Museo_Interactivo_Mirador

 

Você pretende ir para o Chile? Conte com a Advanced Corretora para a compra da moeda estrangeira! Entre em contato com a gente.

Vai viajar sozinho? Saiba quais são os destinos mais procurados por quem viaja sozinho

0

É cada vez maior o número de pessoas que pensa em fazer viagens internacionais sozinhas. São vários fatores que fazem com que aumente ano a ano a quantidade de viajantes solo, mas é provável que as facilidades que surgiram nos últimos sejam as principais responsáveis por isso.

 

Além do preço ter ficado mais acessível para viagens internacionais, a facilidade de pesquisa e levantamento de informações a respeito de hospedagens, alimentação, passeios, segurança, entre outros, com certeza tem participação importante nisso.

 

A comunicação instantânea com parentes e amigos, e até mesmo com empresas via chats e aplicativos de mensagens, diminui as dificuldades e desafios, transformando a experiencia em viajar sozinho bastante real.

 

Abaixo nós listamos os países em que os brasileiros mais pensam em viajar sozinhos, e que oferecem o melhor tratamento para os seus turistas:

 

1 – Austrália

 

2 – Estados Unidos

 

3 – Alemanha

 

4 – Áustria

 

5 – Japão

 

6 – Canadá

 

7 – China

 

8 – Espanha

 

9 – Argentina

 

10 – Bahamas

 

Cidades imperdíveis para visitar em uma viagem para a França – parte 1

0

Você está planejando uma viagem para a França? Está sonhando com uma viagem para a França? Está com viagem marcada para a França? Ou está só pesquisando sobre os destinos franceses?

Neste post nós vamos falar sobre algumas das cidades imperdíveis na França, cidades que você não pode deixar de visitar caso tenha a oportunidade de conhecer o país mais visitado do mundo nos últimos anos.

 

Paris

Uma das cidades mais visitadas do mundo, por mais que Paris seja carta marcada em uma visita à Franca, ela precisa aparecer na lista, e logo no começo. Capital europeia da arte, cidade mais gourmet do mundo, o Louvre (claro!), a incrível diversidade, a noite e suas luzes, os diversos pontos turísticos e o amor, o romance em evidência. Não perca Paris!

 

Nice

Abençoada por um clima ensolarado, temperado, Nice atrai visitantes de todo o mundo, e é o maior porto da França. Entre seus muitos atrativos são suas belas praias, interessantes museus, marcos famosos da cidade e outras atrações turísticas. Com vida noturna agitada, a cidade é convidativa aos turistas.

 

Cassis

Sem dúvida alguma Cassis é um destino daqueles de surpreender qualquer novo visitante. Cidade pequena, onde o ritmo é mais desacelerado, com cor de água inesquecível e cultura culinária marcante, Cassis é cidade de cartão postal.

 

Bordeaux

Com arquitetura fina, personalidade rica, locais históricos, lojas encantadoras, notável patrimônio arquitetônico e um banho de cultura e arte, está aqui uma cidade com estilo interiorano e estrutura de metrópole. As margens do Rio Garonne, Bourdeaux tem muita gente usando a bicicleta como meio de transporte, possuindo mais de 500 km de ciclovias, o que é bastante convidativo para alugar uma e sair vivendo literalmente a cultura da cidade.

 

Patrimonio Mundial da UNESCO, Bourdeaux é uma cidade portuária com igrejas medievais, praças, parques, vilarejos, pontes famosas e vinícolas deliciosas.

 

Colmar

Para muitos, a cidade mais colorida da França, conhecida como Pequena Veneza, Colmar tem um canal que permite um link passeio de barco. Cidade francesa influenciada por cultura suíça, Colmar é repleta de lojas e flores, e faz você se sentir em um conto de fadas. Auguste Bartholdi, escultor da Estátua da Liberdade, morou lá e sua casa é um ponto turístico desta cidade, que também é mais uma que faz parte da Rota dos Vinhos.

 

Lille

Lille é pequena para os padrões de grandes cidades brasileiras. Porém é um charme só. Cidade muito viva, com muitos estudantes, costumes de muita cerveja, festas, shows, bares e restaurantes, a cidade tem mistura de culturas interessantes e é um destino certo para se encantar na França.

 

Lyon

Vibrante de patrimônio arquitetônico histórico, Lyon é conhecida também por sua gastronomia e cultura intensa com museus encantadores. Cidade bem dividida por diversos interesses, como bares, igrejas, parques e restaurantes, Lyon faz parte da segunda maior metrópole francesa. Patrimonio Mundial da UNESCO, a cidade é certeza de destino certo na França.

 

Riquewihr

Com fama de ser a cidade mais bonita da Rota dos Vinhos da Alsácia, Riquewihr encanta por uma beleza hipnotizante de casas coloridas do século 16. Como descrito, faz parte da Rota dos Vinhos, e tem como principal atividade os produtos típicos de regiões vinícolas.

Hotéis temáticos para conhecer no mundo

0

Existem hotéis ao redor de todo o mundo que são muito mais do que simples locais de hospedagem, são ambientes de experiências e entretenimento incríveis e inesquecíveis.

 

Levantamos alguns destes hotéis temáticos para você conhecer em alguns países que visitar.

 

Confira abaixo algumas opções:

 

  1. Hotel temático: Hello Kity

 

Hotel temático Hello Kitty, em Londres, Inglaterra
Hotel temático Hello Kitty, em Londres, Inglaterra

 

Para quem é fã da Hello Kity, o Grand Hi-Lai Hotel é uma escolha certeira. Existem dois quartos no hotel com decoração da gatinha famosa com sofá, cadeiras, roupas de cama e itens acessórios, tanto no quarto maior (familiar), quanto no menor.

 

 

  1. Hotel temático: Harry Potter

 

Georgian House Hotel, em Londres, temático Harry Potter
Georgian House Hotel, em Londres, temático Harry Potter

 

Em Londres, Inglaterra, o Georgian House Hotel possui dois quartos com o tema de Harry Potter. Ambos dormitórios possuem diversos itens do tema, como caldeirões e “poções mágicas”.

 

  1. Hotel temático: Beatles

 

Hotel temático Beatles, em Liverpool, Inglaterra
Hotel temático Beatles, em Liverpool, Inglaterra

 

Também na Inglaterra, mas em Liverpool, não poderia faltar uma homenagem aos Beatles. O responsável por isso é o Hard Days Night Hotel, que possui suítes quatro estrelas inspiradas em John Lennon, Ringo Star, Paul McCartney e George Harrison.

 

 

  1. Hotel temático: trem

 

The Jane Hotel, New York, temático de trem
The Jane Hotel, New York, temático de trem

 

Quem nunca passou uma noite viajando de trem pode ter a oportunidade de sentir um pouco deste momento em um hotel de New York, o The Jane Hotel. Embora com pintura e móveis retrô, as suítes possuem itens que não existiam na década de 20, como TV, estação para iPod, WiFi, entre outros.

 

 

  1. Hotel temático: carros

 

V8 Hotel Alemanha temático
V8 Hotel, Stuttgart, Alemanha, temático de carros

 

Stuttgart, na Alemanha, é uma cidade famosa para os adoradores de carro, já que é sede da fábrica da Mercedes, e possui o Museu do Porsche. É o lugar certo para um hotel temático sobre carros, o v8 Hotel. São alguns quartos que usam carros famosos como tema, e o hotel ainda tem um cinema drive-in, além de organizar corridas.

 

  1. Hotel temático: cachorro

 

Hotel Dog Bark Park Inn, temático de cachorro
Hotel Dog Bark Park Inn, nos Estados Unidos, temático de cachorro

 

Cottonwood, nos Estados Unidos, é a cidade sede de um hotel bastante curioso, o Dog Bark Park Inn. Em formato de um Beagle, o hotel possui quartos decorados com réplicas de cachorros. Especial para as pessoas que são apaixonadas pelo ‘melhor amigo do homem’.

 

  1. Hotel temático: gelo

 

Hotel Glace, em Quebec, no Canadá, hotel temático de gelo
Hotel Glace, em Quebec, no Canadá, hotel temático de gelo

 

O Canadá é um país com clima muito frio. E a experiência de visitar o estado de Quebec pode ser ainda mais marcante se você escolher o Hotel de Glace, na cidade de Saint-Gabriel-de-Valcartier, já que o local é todo feito de gelo, incluindo os quartos. O ambiente fica com a temperatura abaixo de zero.

 

  1. Hotel temático: vinho

 

Hotel Cava & Mastinell fica em Villafranca del Penedés, Barcelona, na Espanha
Hotel Cava & Mastinell fica em Villafranca del Penedés, Barcelona, na Espanha

 

Os apaixonados por vinho podem desfrutar de um hotel que parece uma adega, além de ser rodeado por vinhedos. O Hotel Cava & Mastinell fica em Villafranca del Penedés, cidade do estado de Barcelona, na Espanha, e seus visitantes poderão aproveitar muitas experiências com o tema.

 

  1. Hotel temático: guindaste!

 

Hotel temático Faralda Crane Hotel em Amsterdã, na Holanda
Hotel temático Faralda Crane Hotel em Amsterdã, na Holanda

 

O Faralda Crane Hotel em Amsterdã, na Holanada, é uma experiência para os aventureiros. O hotel simplesmente fica instalado em guindaste a 50 metros do chão. O conforto das suítes é digno dos melhores hotéis do mundo, e os visitantes mais corajosos podem até salta de bungee jumping.

 

Brasileiros no exterior, quais países viajamos mais?

0

 

O número de brasileiros que viajam para o exterior tem aumentado a cada ano. As facilidades cada vez maiores para viajar com destino a outros países fazem com que os brasileiros visitem outras nações com mais frequência do que acontecia anteriormente.

 

Atualmente são cerca de 9 milhões de brasileiros que viajam para o exterior todo ano. Em 2005 foram 3 milhões de brasileiros visitante países estrangeiros.

 

Os países que mais recebem brasileiros nos últimos anos são:

 

1. Estados Unidos – mais de 2 milhões de viajantes

2. Argentina – mais de 1 milhão de viajantes

3. França – mais de 500.000 viajantes

4. Portugal – mais de 500.000 viajantes

5. Chile – quase 500.000 viajantes

6. Espanha – quase 500.000 viajantes

7. Uruguai – mais de 400.000 viajantes

8. Itália – mais de 400.000 viajantes

9. Reino Unido

10. México

11. Alemanha

12. Paraguai

13. República Dominicana

14. Colômbia

15. Holanda

16. Peru

17. Canadá

18. China

19. Suíça

20. Bolívia

 

Com a crise política e econômica no Brasil, em 2016 houve diminuição considerável dos gastos dos brasileiros no exterior, porém, no primeiro trimestre de 2017, o crescimento é de 75% em relação ao mesmo período de 2016.

 

E você, vai viajar para o exterior? Cadastre-se para comprar a moeda estrangeira com as melhores condições na Advanced Corretora.

Notas antigas de Dólar não estão sendo aceitas em alguns países

0

Conforme já era esperado, alguns países não estão mais aceitando notas antigas de dólar, tanto na Europa, quanto Ásia e América Latina já recusam as cédulas anteriores.

 

Por isso, é extremamente importante que você esteja com notas de dólar atuais.

 

A Advanced Corretora te auxilia com este caso, comprando suas notas antigas e vendendo notas novas com ajuste especial, para que você não tenha problemas com as notas antigas de dólar fora do Brasil.

 

Como reconhecer as notas antigas de dólar?

As notas antigas de cem dólares são chamadas de ‘cara pequena’, pois a imagem do presidente Benjamin Franklin é pequena na nota. A nota nova de cem dólares tem a imagem do presidente maior, e assim é chamada de ‘cara grande’ ou ‘caruda’.

Além das notas de cem dólares, as outras notas, de 1, 5, 20 e 50 dólares também precisam ser trocadas.

Veja na imagem as diferenças das notas antigas para as notas novas de dólar:

 

Nota nova de cem dólares:

nova

 

Nota antiga de cem dólares:

antiga

 

Entre em contato com a Advanced Corretora para solucionar o caso das suas notas antigas de dólar: (11) 3065 1000.

13 lugares para fazer uma viagem internacional de aventura

0

 

  1. Montanha Kjerag, em Lysefjord, Noruega

Na montanha tem uma rocha de 5 m³ presa em uma fenda a mais de 1.000 metros de altura. Para chegar é necessário fazer uma trilha de aproximadamente 2 horas.

 

Montanha KjeragBolten Rocha Noruega

 

 

  1. Penhasco La Quebrada Cliffs, em Acapulco, México

O Penhasco de La Quebrada Cliffs, está a 136 metros acima do Pacífico, e além de ser um lugar de muita beleza, é cobiçado por mergulhadores para saltos no mar. Vale a ressalva, é um salto bastante perigoso.

 

Penhasco La Quebrada Mexico

 

 

  1. A Formula Rossa, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

Dentro do parque temático da Ferrari, existe a montanha russa considerada a mais rápida do mundo. A Formula Rossa chega a 240 km/h, e é um local de peso para quem gosta de aventura.

 

Formula Rossa Montanha Russa Ferrari Dubai

 

 

  1. Gravity Canyon Flying Fox, em Taihape, Nova Zelândia

A visita vale para viver a experiência de uma tirolesa como nenhuma outra no mundo. Com uma linha de mais de um quilômetro, voando acima de um rio e atingindo 160 km/h, não é para qualquer um.

 

Canyon Flying Fox, Taihape, Nova Zelândia

 

 

  1. Futaleufu, Chile

A cidade de Futaleufú tem um rio onde a prática de rafting é bastante conhecida. O rio é muito grande e tem trechos bastante desafiadores para quem gosta de aventura.

 

Futaleufu, Chile, rafting

 

 

  1. Kingda Ka, Jackson Township, em New Jersey, EUA

Kingda Ka é a montanha russa mais alta do mundo, com 139 metros (altura de um prédio de 40 andares) e a segunda mais rápida, chegando a 206 km/h. O passeio tem 950 metros de comprimento.

 

Kingda Ka, Jackson Township, em New Jersey

 

 

  1. Monte Everest, no Nepal

O Monte Everest é bastante atraente para escalada por alpinistas. Com duas rotas principais, o Monte pode ser escalado pelo Nepal ou pelo Tibete. Outro esporte em que a aventura que pode ser inesquecível é o Sky dive, mas este só é liberado 4 vezes por ano.

 

Monte Everest

 

 

  1. Subida ao Mount Hua Shan, na província sul de Shaanxi na China

Considerada como uma das caminhadas mais terríveis do mundo, as trilhas do Monte Hua Shan consistem em escadarias íngremes, subidas verticais e um rastro de tábuas largas parafusadas à montanha.

 

Mount Hua Shan, China

 

 

  1. Mergulho na Caverna Devil’s Eye na Flórida

A caverna Devil´s Eye, na Flórida, é um local emocionante para quem gosta de mergulhar. Com acesso por uma pequena fenda, e com alto fluxo de água, a entrada não é dos mergulhos mais simples.

 

Caverna Devil Eye, florida

 

 

  1. Volcano Boarding em Cerro Negro, na Nicarágua

O vulcão Cerro Negro, ativo em León, na Nicarágua, é uma atração para quem gosta de esportes de aventura. Depois de caminhar por 45 metros e 2.388 metros subindo o vulcão, os aventureiros podem descer de snowboard e atingir quase 70 km/h na descida da colina.

 

vulcão Cerro Negro, León, na Nicarágua

 

 

  1. Heliskiing em British Columbia, Canadá

O esqui para quem realmente não tem medo do esporte. O topo da montanha só é acessível por helicóptero, e a descida é muita adrenalina!

 

Heliskiing, Canadá

 

 

  1. Bungee Jumping na AJ Hackett Macau Tower, na China

A torre de Macau, chamada AJ Kackett Macau Tower, é o décimo maior edifício do mundo, e lá você pode participar do maior Bungee Jump do planeta. Com 230 metros de altura, realmente não é para qualquer um.

 

Macau Tower

 

 

Quanto levar de dinheiro para uma viagem internacional?

0

 

Uma das dúvidas mais frequentes das pessoas ao viajarem para o exterior é sobre quanto de dinheiro deve-se levar ao exterior.

 

Essas dúvidas acontecem por uma série de fatores, desde o valor limite que se pode levar, até quanto a pessoa precisará de dinheiro fora do Brasil.

 

Começando do mais fácil, com uma situação que causa dúvidas em muita gente:

 

Existe um valor mínimo ou máximo?

Quando você chega em outro país, as autoridades da imigração de muitos deles questionam quanto você possui de dinheiro para passar o período estipulado no país. Não existe um valor mínimo e nem máximo, porém, logicamente ninguém passará 10 dias em um país com 100 dólares e nem com 10 mil dólares. Portanto, calcular o valor que você vai realmente utilizar é importante desde a chegada ao país.

 

Então, como calcular um valor aproximado para levar ao exterior?

 

Como calcular um valor aproximado?

O primeiro passo é listar todos os gastos que você já conhece, com hotel e outras atividades que você pretende fazer, como passeios, visitas a museus, parques, shows, etc. O próximo passo é estimar quanto você precisará diariamente para comidas, transporte,compras  e coisas do tipo.

 

Pesquisar o valor médio para alimentação nas cidades onde você estará hospedado é uma forma de começar a mapear este ponto. Alguns sites dão essas estimativas, e usuários também costumam passar essas informações no TripAdvisor, ou então no Numbeo, que informa preços de alimentação e transporte em várias cidades do mundo. Aliás, transporte é outro ponto importante para levantamento. Usar carro ou transporte público diferencia muito o preço.

 

Depois de chegar em um valor médio, considere levar uma quantia maior, para ter de reserva. As vezes um imprevisto no final da viagem pode se tornar uma grande dor de cabeça para levantar dinheiro novamente.

 

Sobre impostos

Algumas pessoas também não sabem que é preciso declarar o montante de dinheiro que está levando para sua viagem à outro país. Caso essa quantia seja alta, é essencial ficar atento à algumas regras para evitar dores de cabeça ao passar pela alfândega.

 

O fato do alto custo envolvido em transações com cartões de crédito/débito, cheques de viagem (traveller checks) e cartões pré-pagos faz com que os turistas prefiram optar por dinheiro “vivo” para pagar as despesas durante os dias em outro país – uma vez que a taxa do IOF é mais baixa.

 

De acordo com as regras impostas pelo Conselho Monetário Nacional e Secretaria da Receita Federal, não existe um limite de valor em dinheiro em espécie para levar em viagens internacionais. Porém, quando essa quantia ultrapassa de R$ 10.000,00 (dez mil reais), ou o equivalente em outra moeda, é necessário declará-la, principalmente, por medidas de segurança.

 

Há duas situações em que existe a necessidade de declarar à Receita Federal:

 

– O viajante que ingressar no País ou dele sair com recursos em espécie, em moeda nacional ou estrangeira, em montante superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou o equivalente em outra moeda.

 

Ou seja, todo e qualquer viajante que entrar ou sair do país precisa preencher a Declaração de Entrada de Bens e Valores.