Dicas para quem vai morar fora do país

Pronto, você decidiu que vai realizar o sonho de morar fora do país. Seja para estudar, ou trabalhar, ou para fazer as duas coisas, viver em outro país é engrandecedor, e objetivo de vida de muitas pessoas.

 

Essas mudanças, na grande maioria das vezes, não são simples. São muitos detalhes para ter atenção, além de outras preocupações que surgem como a adaptação ao novo país, o encerramento de todas as pendencias que a pessoa tem no país de origem.

 

Nós levantamos algumas dicas para você se preparar melhor para este momento de morar fora do país.

 

1 – Pague todas as suas contas (dívidas)

Quando for sair do Brasil para morar em outro país, pague todas as suas contas e/ou dívidas. Não é porque você mudará de nação que suas contas ou dívidas anteriores serão esquecidas ou perdoadas.

 

Iniciar uma vida em outro local com pendencias do passado é uma dor de cabeça desnecessária. Você não sabe 100% como serão suas obrigações financeiras no país que irá morar, e o que fica para trás vai simplesmente te atrasar.

 

2 – Junte dinheiro

Como escrito acima, você não sabe 100% como serão suas obrigações financeiras, e ter uma reserva de dinheiro é uma forma de você estar mais tranquilo nos novos desafios que irá encontrar.

 

Além disso, essa mudança exigirá adaptação não só ao ambiente, mas a cultura, e tudo isso pode te levar a mais problemas, que podem impactar no seu trabalho, portanto, estar precavido para uma possível situação de desemprego em outro país também é uma dica importante para você superar mais facilmente os desafios que encontrará.

 

3 – Separe toda a documentação

Esteja informado a respeito de todos os documentos que você precisará ter em todas as situações no local que você irá morar. Seja para entrar no país, para apresentar na escola onde irá estudar, para entregar na empresa onde prestará serviço.

 

Antecipe-se na busca por todos os documentos necessários, alguns podem ser demorados para serem tirados, e para alguns dados pode ser necessário que o documento seja traduzido, ou seja, mais uma vez você precisaria de tempo disponível para tal.

 

Fique bastante atento ao que você precisará de documentação, esta é uma parte bastante importante da viagem.

 

4 – Pesquise muito sobre seu destino, principalmente sobre a cultura local

Informe-se a respeito das oportunidades de trabalho, sobre o custo de vida, oportunidades de estudo. Descubra a língua oficial e outras não oficiais, e analise o que está dentro das suas expectativas, objetivos e até mesmo qual o grau de dificuldade que você terá em todas essas situações.

 

Evite chegar no país sem saber sobre como costumam receber as pessoas, sobre como você vai se comunicar e para onde exatamente irá.

 

Além disso, busque informações a respeito do trajeto, de como agem os moradores locais, o que gostam, o que não gostam.

 

Sua ideia é ir para a Europa? Conheça as cidades mais baratas para se viver na Europa.

 

5 – Atualize seu currículo

Seu currículo é um ponto extremamente importante neste momento. Você precisará deixa-lo completamente atualizado, de preferência no LinkedIn, e na língua oficial do país que irá morar.

 

Veja as melhores práticas de construção de currículo, descreva suas experiências e deixe claro seus objetivos.

 

6 – Estude a língua

Ao definir com antecedência o país que irá morar, você deve começar a estudar a língua, antes da mudança, ainda aqui no Brasil. Essa é uma forma de você respeitar as pessoas e cultura de onde irá, sabendo se comunicar de maneira básica.

 

Além disso, obviamente, você terá mais tranquilidade para enfrentar os primeiros dias e  desafios, estará mais competitivo para um futuro emprego e, consequentemente, mais preparado para atingir seus objetivos pessoais.

 

7 – Informe-se sobre atendimentos médicos

No Brasil cerca de 1/3 da população usa plano de saúde. Quem não tem esta possibilidade se apoia no SUS (Sistema Único de Saúde), que possibilidade atendimento gratuito na maioria dos casos. E você sabe como funcionam atendimentos médicos no país onde você irá morar? Sabe como passar em uma consulta ou internação?

 

Informe-se sobre os atendimentos médicos em outros países, pois é o típico caso de emergência que pode ser preocupante de diversos pontos de vista para você.

 

8 – Venda suas coisas

Quando tiver definido o local, estudado a língua, planejado financeiramente sua viagem, garantido ao menos os primeiros meses de estabilidade financeira, e obtido todas as outras informações necessárias, e com a viagem marcada, você poderá pensar em como vender seus bens materiais no Brasil, e levantar mais um dinheiro para a sua viagem.

 

Não adianta deixar carro com a família, e analise se é melhor vender ou alugar um imóvel próprio. A locação pode ser ruim em algum momento em que o imóvel ficar vago, pois você precisará disponibilizar dinheiro para a manutenção dele aumentando seu custo mensal mesmo em outro país.

 

9 – Esteja preparado para enfrentar suas barreiras, seus medos e o desconhecido

Os primeiros meses são os mais difíceis para todos que já passaram por essa experiência. Você viverá muitas coisas novas, e se tiver disposição e positividade, vai superar todas as dificuldades e transformar cada detalhe em um aprendizado, até porque atitudes simples como ir ao supermercado serão grandes novidades.

 

Em cada momento você vai aprender um traço distinto de uma outra cultura, de forma que essa será uma experiência muito enriquecedora.

 

As pessoas com grandes conquistas e realizações, são as que têm coragem para enfrentar suas barreiras e, consequentemente, as que aprendem com todas as diferentes situações que vivenciam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *