Aprenda a arrumar as malas no método Marie Kondo

0

marie_kondo

 

Sem dúvidas uma das maiores dores de cabeça na hora de viajar, é arrumar as malas e conseguir espaço para tudo que queremos levar. Como se já não bastassem outras preocupações, como por exemplo deixar para adquirir dólar em cima da hora, questões envolvendo hospedagens e o horário de partida, etc.

 

Se você é como grande parte das pessoas, que brigam com a mala, para que caiba todas as roupas e apetrechos, o método de Marie Kondo pode te ajudar a poupar muito mais tempo, ter mais espaço e organização para arrumar as malas.

 

Que saber qual método é esse e como aprender? Confira as respostas, a seguir.

 

Entenda os conceitos de Marie Kondo

Marie Kondo, que redigiu “A Mágica da Arrumação”, baseia seus métodos de organização no desapego, em outras palavras, se livrando de exageros, mantendo por perto apenas o que lhe traga alegria e seja essencial, isso pode incluir diversos tipos de objetos, sejam roupas, livros, mobílias, eletrônicos, entre outros.

 

Para Marie Kondo, na hora de arrumar as malas ou até mesmo a casa, é fundamental que nos perguntemos se o objeto nos traz felicidade, ou se é realmente necessário, caso a resposta for negativa, significa que ele não deve mais ocupar espaço em suas coisas.

 

Como arrumar as malas no método Marie Kondo?

Marie Kongo aplica seu método de arrumação em tudo, inclusive quando se é para fazer as malas. Para aprender a arrumar as malas no método Marie Kondo, siga as seguintes dicas:

 

  • Tenha certeza de que o que você vai levar é mesmo essencial e vai ser usado, para isso se pergunte, se o utensílio lhe traz felicidade;
  • Separe suas coisas por categorias, armazene itens semelhantes juntos;
  • Para acomodar mais roupas, dobre-as como um retângulo, de maneira fina, ou opte por enrolar as peças;
  • Armazene as peças de roupa de maneira vertical, de modo que fiquem em pé na mala, isso dá espaço e facilita quando você for procurar algo específico;
  • Aproveite todos os espaços, por exemplo, guardando as meias dentro de tênis e sapatos.

 

O que você achou desse método de arrumar malas? Conte para nós, e acesse a página para conhecer mais dicas para as suas viagens.

Com quanto dinheiro posso entrar em outro país?

0

021

Você se planejou para uma viagem ao exterior, preparou as malas, fez o roteiro e comprou moeda estrangeira para arcar com as passagens, despesas e comprar em outro país.

 

Até que lhe surge uma pequena questão: “Com quanto dinheiro posso entrar em outro país?”.

 

Essa dúvida vem bem a calhar, uma vez que diversos turistas ficam na dúvida sobre levar o dinheiro em espécie, cartão pré-pago, ou até mesmo em optar quase que exclusivamente por cartão de crédito ( o que não é uma boa ideia, tendo em vista a alta taxa do IOF).

 

Será que há um limite de dinheiro para do Brasil? É sobre isso que iremos falar na sequência, acompanhe.

 

Viagem ao exterior : quanto de dinheiro é possível levar?

Na real, não há um limite de quanto dinheiro se pode levar para outro país. Porém, há um limite em relação ao montante que deverá ser declarado para a Receita Federal.

 

Se trata de um trâmite obrigatório a apresentação da declaração para a Receita Federal, quando o valor superar o limite de  R$10.000,00 ou seu equivalente em dólar e demais moedas estrangeiras.

 

Se trata da Declaração Eletrônica de Bens de Viajantes (e-DBV). Porém, tenha em mente que se você tiver valores em um cartão pré-pago, de cartão de crédito, cheque ou cheque de viagem, esse valor não será somado no seu montante, apenas leva-se em consideração o dinheiro em espécie.

 

Se for o seu caso, você pode acessar o site : https://www.edbv.receita.fazenda.gov.br/edbvviajante/pages/selecionarAcao/selecionarAcao.jsf .

 

Feito isso, identifique qual é o seu perfil dentre as opções (saindo do Brasil) e preencha a declaração.

 

Ao embarcar para o país de destino, você deverá apresentar montante em espécie a ser declarado, o documento da declaração e-DBV, comprovante da aquisição, entre outros documentos, conforme for a sua situação.

 

Dúvidas? É só falar com a Advanced Corretora!

Qual o valor do IOF para compras no cartão no exterior?

0

856

Planejar uma viagem ao exterior implica, antes de tudo, em cálculos e atenção à cotação do dólar no câmbio turismo, não é mesmo?

 

Adquirir a moeda americana para bancar a viagem, compras e despesas é importante, assim como dividir o montante em espécie e também em cartão, tanto de crédito quanto o cada vez mais popular cartão pré-pago internacional.

 

No entanto, quando usamos cartão no exterior, estamos sujeitos a famosa taxa do IOF. Sendo assim, saber qual o valor da taxa irá nos ajudar a calcular melhor nossos gastos, gerando mais economia e assertividade quanto ao uso do dinheiro e crédito.

 

Mas, afinal, qual o valor do IOF para compras no cartão no exterior? É sobre isso que falaremos a seguir, acompanhe!

 

Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)

O Imposto sobre Operações Financeiras , ou simplesmente IOF, é aplicado não somente em transações de  crédito e câmbio, como também possui incidência em  operações de seguros, valores imobiliários e títulos.

 

Especificamente nas operações de câmbio, o IOF tem variações, conforme a transação realizada.

 

As corretoras de câmbio, bancos e instituições financeiras em geral, sempre que negociam suas respectivas cotações, aplicam a cobrança do imposto federal.

 

Confira abaixo a tabela com as diferentes alíquotas, de acordo com o tipo de transação realizada:

Operação de Câmbio Taxa de IOF (percentual)
Compra de moeda em espécie (ainda no Brasil) 1,1%
Compra de moeda em cheque de viagem 0,38%
Carregamento de cartão pré-pago 6,38%
Cartões de crédito e débito (somente saque) internacional 6,38%
Transferência bancária 0,38%
Transferência bancária internacional para conta da mesma titularidade (do Brasil para o exterior) 1,1%
Transferência bancária internacional para conta em nome de outra pessoa (do Brasil para o exterior)

 

Conforme a tabela vigente, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é de 6,38% , tanto para compras com cartão de crédito quanto  com o cartão pré-pago no exterior.

 

Precisa de dólar no câmbio turismo e quer economizar, adquirindo sua moeda americana com as melhores cotações? Entre em contato com a equipe de atendimento da Advanced que iremos te ajudar!

 

É possível viajar com o pet para o exterior?

0

viajar com pet

 

Os animais de estimação, também conhecidos hoje em dia como PET, são parte integrante das famílias e implicam um série de cuidados especiais. Viajar e fazer turismo para fora do país, sem levar seu cachorrinho, gato ou outro bichinho, é algo praticamente impossível, não é mesmo?

 

Mas, será que é possível viajar com o PET para o exterior? Se você, leitor (a) também nutre essa dúvida e está apreensivo em viajar com receio de não poder levar seu bicho de estimação, você não pode perder o post de hoje, confira!

 

 

Posso viajar com meu PET para outro país?

 

Se a possibilidade de não poder levar seu animal para a viagem a exterior era o principal entrave para você ainda não ter feito suas reservas, então pode começar a preparar as malas.

 

Muito embora seja necessário seguir uma série de regras, que variam de país para país, quem é dono (a) de um PET e quer fazer turismo internacional, pode sim, levar o PET pra fora do país.

 

Uma das obrigatoriedades para tornar a viagem do animal ao exterior possível, é a obtenção de um passaporte, bem como do certificado veterinário.

 

Mais precisamente, os documentos são o  CVI (Certificado Veterinário Internacional) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, ambos expedidos pelo Serviço de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro).

 

 

É preciso planejar com antecedência a viagem com o seu animal de estimação.

 

Como é preciso tempo hábil para a obtenção destes documentos, é preciso que seja feito um planejamento com antecedência da viagem, para ser viável o deslocamento com o animal para fora do Brasil.

 

Sem contar com a necessidade  dos cuidados de saúde preventiva com o animal, que implicam pro exemplo, em  receber  vacina contra a raiva, vermifugação e uso de preventivos para parasitas, por exemplo.

 

Certifique-se de que o PET atende todas as exigências e boa viagem com seu bichinho!

 

Agora que você já sabe como se preparar para uma viagem com seu pet, saiba como adquirir sua moeda estrangeira com as melhores taxas!

3 dicas de ouro para comprar dólar para viajar

0

852

Está programando uma viagem para o exterior? Comprar dólar para viajar é um fator imprescindível para que você possa usufruir ao máximo de sua “trip”.

 

Com a constante variação cambial, tais nuances geram muitas vezes, ansiedade nos compradores, que ficam em dúvidas sobre qual o momento certo de comprar para não gastar mais e perder dinheiro.

 

Para te ajudar nesta tarefa e para que você possa planejar da melhor forma a sua viagem, selecionamos a seguir, algumas dicas de ouro pra comprar dólar para viajar. Confira!

 

 

1. Dicas De Ouro Para Comprar Dólar Para Viajar: Compre Antecipadamente

 

Uma dica que se for possível, deve ser aproveitada ao máximo, é comprar dólar antecipadamente, e nunca de última hora. Claro, há casos onde não há como programar, e somos pegos de surpresa.

 

Se essa for a sua situação, fuja de comprar dólar cotação nas casas de câmbio em aeroportos, pois a cotação nesse ambiente costuma ser mais alta.

 

 

2. Dicas De Ouro Para Comprar Dólar Para Viajar: Pesquise Cotação e Casas de Câmbio

 

Acompanhe a cotação e, em uma eventual baixa do dólar, aproveite a oportunidade. Mas, ao fazer a transação, procure por empresas de renome e já estabelecidas no mercado, com um grande volume de operações.

 

Saiba como receber cotações diariamente em seu e-mail.

 

3. Dicas De Ouro Para Comprar Dólar Para Viajar: Substitua o Cartão de Credito pelo Pré-pago

 

Se pensarmos que o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) do cartão tem uma taxa de 6,38%, e o mesmo IOF em relação ao dinheiro em espécie é  de 1,1%, veremos que o cartão é o menos indicado.

 

Porém, o fator segurança joga em favor do cartão. Especialmente se falarmos do cartão pré-pago, que, embora tenha a mesma taxa do crédito, não oferece surpresas na conta depois. Afinal, com esse cartão você é capaz de travar sua despesa, pois a cotação está fechada.

 

Quer saber sobre o cartão pré-pago da Advanced? Acesse aqui.

Quer mais dicas sobre dólar e turismo? Então fique ligado (a) em nossos próximos posts!

 

Quanto levar para orlando em 2019?

0

021587

Dentre os itens que devem constar em seu check list de planejamento para uma viagem internacional, saber qual o montante que se deve levar em dinheiro deve ser um dos principais.

 

Destino que figura entre um dos preferidos dos brasileiros e que atrai turistas do mundo todo, Orlando, nos Estados Unidos, possui uma infinidade de atrações para curtir com a família.

 

Famoso pela Disney, bem como outros parques e muitas opções em entretenimento e compras, saber quanto levar para Orlando em 2019 pode ser uma verdadeira incógnita, não é mesmo?

 

Mas, não se preocupe. A equipe da Advanced te traz no post de hoje, algumas dicas que irão facilitar o tema e te dar uma ideia de quanto levar para Orlando em 2019, acompanhe!

 

 

Quanto levar para Orlando em 2019? Identifique qual o estilo de sua viagem.

 

Para chegar a uma noção sobre qual o montante da moeda americana você deverá ter em mãos na viagem, é preciso definir qual o estilo dessa viagem.

 

Vamos supor que essa viagem vai incluir dias nos parques, aluguel de carro, hospedagem, refeições fora, comprinhas…

 

É possível listar todos os passeios, gastos, e somar a isso, um valor extra reserva, para alguma emergência e eventualidade.

 

Outro fator decisivo em relação a quanto levar de dinheiro para Orlando, diz respeito ao número de dias que sua viagem terá.

 

Leve isso em conta quando fizer o cálculo que lhe dará a estimativa do valor necessário para usufruir da viagem, ok?

Se você procura por dicas de hospedagem, atrações e outras dicas sobre turismo na Disney, baixe gratuitamente nosso E-Book!

Fique atento (a) também ao câmbio turismo e suas variações. Se possível, compre dólar antes, aos poucos, para evitar que seja preciso comprar tudo de uma vez, às vésperas da viagem e com uma cotação, eventualmente, mais elevada.

 

Procure também dividir o valor tanto em espécie (papel moeda), quanto em cartão pré-pago (que evitará surpresas, caso o dólar fique em alta, por exemplo).

 

Dúvidas? fale conosco!

Qual o melhor dia da semana para comprar dólar

0

 

5698

 

Quem costuma viajar para fora tem no câmbio turismo, mais especificamente na compra de dólar em espécie, a maneira mais usual para carregar dinheiro para a trip.

 

 

Com a constante oscilação do dólar no câmbio turismo, uma dúvida recorrente é exatamente sobre qual o melhor momento para adquirir a moeda estrangeira por um valor mais em conta.

 

 

Afinal, qual o melhor dia da semana para comprar dólar? Será que existe um dia durante a semana, em que o dólar costuma apresentar baixa em relação ao real, ou isso é apenas especulação?

 

 

Falaremos sobre isso a seguir, acompanhe!

 

 

Qual o momento certo de comprar dólar?

 

Quando falamos sobre a compra do dólar, é mais coerente pensarmos em qual é o melhor momento para efetuar a compra, ao invés do melhor dia da semana.

Isso deve-se ao fato de que, por mais conhecimento que você possa ter em relação ao câmbio turismo e mercado financeiro em geral, não há exatamente um dia da semana específico, que possa garantir um valor mais baixo da moeda americana.

Há algumas dicas, é verdade, que poderão lhe ajudar a encontrar um momento mais vantajoso para aquisição do dólar. Por exemplo:

 

 

  • Acompanhe o cenário político e econômico

Uma medida econômica adotada pelo governo, a queda do petróleo ou algum item relevante, e demais acontecimentos, tanto no Brasil como no mundo, influenciam de maneira direta no preço do dólar, para cima ou para baixo. sendo assim, procure manter-se informado em relação ao noticiário nacional e estrangeiro e sinta como o mercado está reagindo aos fatos.

 

Se você quer receber essas notícias diariamente, cadastre-se em nossa newsletter e escolha a opção “Panorama diário de Mercado”

 

 

  • Monitore a cotação do dólar

O histórico da moeda nas últimas semanas, bem como a cotação do dia, vão lhe oferecer insumos para ajudar a escolher o melhor momento para comprar dólar. Claro, os riscos não são nulos e não há como evitar, por exemplo, que no dia seguinte a moeda baixe, assim como o contrário. No entanto, você poderá comparar preços de cotações de diversas corretoras e bancos e assim, investir naquela que ofereça um valor mais em conta.

 

Dúvidas? Entre em contato!

Sua viagem está próxima e deixou para comprar dólar na última hora? Clique aqui e saiba como resolver essa questão.

QUAL O LIMITE DE COMPRA DE DÓLAR?

0

Quem acompanha o câmbio turismo e está em vias de planejar uma viagem para fora do país, está sempre se deparando com algum tipo de dúvida em relação à moeda americana.

Saber, por exemplo, qual o limite de compra de dólar, é uma das questões mais recorrentes, haja vista que é necessário avaliar valores, custos da viagem reserva para eventuais necessidades, compras, etc.

Se munir de tal informação é fundamental para que sua viagem de negócios ou de turismo, flua da melhor forma possível e que você não precise ficar se preocupando com a questão do dinheiro, não é mesmo?

Para esclarecer o assunto, preparamos o artigo de hoje. Para saber qual o limite de compra de dólar, continue a leitura deste artigo.

023

Limite de compra de dólar : verdade ou mito?

Conforme matéria publicada pelo portal Exame, há de fato, um “limite” de compra de dólar para ser transportado para uma viagem.

Não necessariamente de compra, mas que pode ser levado em uma viagem, sendo isento de declaração à Receita Federal.

O teto gira em torno de R$ 10 mil em espécie. Caso o seu montante em dólares seja acima desse valor, será preciso preencher uma documentação alfandegária no aeroporto, por exemplo.

Dito isso, temos, portanto, a confirmação de que não há, de fato, um limite do valor que você pode comprar, levar e utilizar em sua viagem.

Uma dica interessante para quem está em vias de viajar, acredita que o valor estipulado para a isenção da declaração e preenchimento do documento não é o bastante, é ter em mente o seguinte:

O  cartão de crédito ou até mesmo cheque /cheque de viagem,  não é agregado ao valor, esteja você viajando para fora de navio, carro ou avião.

Realizar a declaração é importante, caso contrário, é possível que o valor extra poderá ser retirado de sua posse.

VAI VIAJAR E DEIXOU PARA COMPRAR DÓLAR NA ÚLTIMA HORA – E AGORA?

0

15874

 

Quem procura manter as finanças pessoais em dia, e costuma fazer turismo internacional, provavelmente já está familiarizado com a dica dos especialistas, no que se refere a comprar dólar.

 

A recomendação é a de sempre comprar a moeda americana aos poucos, sobretudo em momentos onde ela apresenta queda.

 

Mas, nem sempre as coisas saem como planejamos, não é mesmo? Uma viagem de última hora, atribulações cotidianas, e quando vemos, estamos diante da necessidade urgente de adquirir o dólar para viajarmos na última hora- e agora?

Se este é o seu caso e você está às vésperas da viagem, na cruel dúvida sobre comprar as cédulas, ou até mesmo lançar mão do cartão, não se preocupe. A seguir, te daremos dicas sobre o tema, confira!

 

Comprar dólar na última hora: como proceder?

 

Quanto tempo falta para a sua viagem? Se ela fosse daqui 6 meses, a dica seria a de adquirir uma cota mensal da moeda. Mas, se a viagem ocorrerá daqui uma ou duas semanas, ou em poucos dias, o jeito é comprar o valor estimado que necessita, de uma vez.

 

Muito embora nestas situações, algumas pessoas prefiram deixar até o último dia para comprar a moeda, tal atitude não é recomendada. Isso porque se corre o risco de ser surpreendido (a) com uma alta da moeda. Dependendo do valor que necessita, não é muito interessante correr tal risco.

 

Dólar em espécie ou em cartão?

 

A grande questão sobre recarregar o cartão pré-pago com dólar, ou comprar a moeda em espécie, se debruça exatamente no que se refere ao IOF( (Imposto Sobre Operações Financeiras) aplicado em cada item.

 

A moeda em espécie tem IOF de 1,1%, enquanto no cartão de crédito e pré-pago, pode chegar até 6,38%.

 

Porém, a segurança do cartão pré-pago é uma vantagem a se considerar em relação ao dinheiro em espécie. Sendo assim, é possível usar o bom senso e dividir determinado valor para o cartão e outro em espécie, por exemplo.

 

Quer mais dicas sobre Dólar Turismo e mercado financeiro em geral? Então acompanhe nossas próximas postagens! Ou acesse nossa página e entraremos em contato.

 

Dúvidas sobre: moeda em espécie x cartão de crédito x cartão pré-pago? Leia essa matéria.

DINHEIRO PARA VIAGEM: DÓLAR X PRÉ-PAGO X CARTÃO DE CRÉDITO

0

 

Ao se planejar para uma viagem, ou até mesmo na falta do planejamento e a necessidade de realizar o deslocamento para outro país de última hora, a dúvida em relação ao dinheiro para viagem surge.

 

O que é melhor? Qual a opção mais vantajosa? Dólar x pré-pago x cartão de crédito: qual alternativa adotar para transportar  o dinheiro para viagem?

 

Falaremos sobre esse tema na sequência, acompanhe.

02

Dinheiro para viagem: analise cada uma das alternativas

 

Na dúvida sobre qual tipo de moeda levar para a viagem? Nossos especialistas são unânimes ao afirmarem que é preciso, antes de tudo, analisar cada opção, de acordo com o momento atual do mercado

 

Pesquisar é a palavra-chave mais importante diante de tal cenário, uma vez que ao se munir de informações relevantes, você poderá compreender qual das opções é mais interessante, de acordo com o ponto de vista financeiro.

 

O dinheiro vivo, ou seja, o dólar em espécie, costuma oferecer uma certa vantagem, como a questão do valor do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Ele é 1,1%, menor  que as demais opções, como pré-pago e cartão de crédito.

 

Sua “desvantagem”, seria a questão as segurança, afinal, é cada vez menos aconselhável sair por aí portando uma quantidade elevada de moeda em espécie.

 

O cartão pré-pago e o cartão de crédito tem como vantagem o fator segurança. Especialmente no que se refere ao pré-pago, além da segurança, o usuário tem maior controle, flexibilidade e autonomia em seus gastos, sabendo exatamente o quanto dispõe de crédito para usufruir.

 

Levando em consideração os pontos positivos e negativos de cada modalidade acima mencionada, a pergunta que não quer calar é: qual devo escolher para levar dinheiro para a viagem?

 

A resposta é bem simples: use todos os meios. Divida seu dinheiro, levando certo montante em espécie, carregue seu cartão pré-pago com outra quantia e leve o cartão de crédito, caso ocorra alguma necessidade de usá-lo.

 

Dessa maneira você garante mais segurança, comodidade e não fica na mão, caso o dinheiro acabe antes do programado.