Coisas proibidas na China que usamos frequentemente no Brasil

0

 

A China vem buscando abrir mais sua economia para o restante do mundo, porém o processo é lento, e muitas coisas ainda têm uso/acesso proibido no país. Nós listamos as que são mais comuns de uso no Brasil, que fazem parte do nosso dia a dia.

 

Veja abaixo alguns bloqueios:

 

  1. Google

Na China, o site mais visitado do mundo também é bloqueado. O Google, juntamente com seus serviços como Gmail e YouTube, não pode ser usado no país. As pessoas que acessam, o fazem através de redes VPN, que utilizam servidores externos que mascaram o IP.

 

  1. Facebook

A rede social mais utilizada no mundo é bloqueada para usuários chineses comuns desde 2009.  Mark Zuckerberg, um dos fundadores do Facebook, visitou a China diversas vezes e chegou a encontrar com o presidente Xi Jinping em busca da liberação da rede no país, mas na obteve sucesso para restabelecer o serviço.

 

  1. Instagram

O Instagram já teve um período de liberação na China, mas logo foi banido, após os usuários utilizarem a rede para protestar contra o regime do país.

 

  1. Twitter

O Twitter é mais uma rede social bloqueada na China. Existem informações extra oficiais que o bloqueio foi realizado após a repercussão durante a Primavera Árabe e a Revolução Verde em 2009 no Irã, que mostraram o potencial comunicativo que a rede social leva aos usuários.

 

  1. Snapchat

Snapchat também é bloqueado na China. O aplicativo pode ser utilizado para enviar texto, fotos e vídeos, e o diferencial é que este conteúdo só pode ser visto apenas uma vez, pois é deletado logo em seguida. As polêmicas de uso em outras nações são evitadas no país dessa forma.

 

  1. Filmes estrangeiros

É bastante comum que vários filmes passem por censuras e cortes em algumas cenas. Qualquer coisa que seja considerada ofensiva é cortada. E alguns filmes simplesmente não são permitidos de serem veiculados.

 

  1. Vídeos

O Mesmo acontecem com vídeos. São muitos os conteúdos bloqueados na China, inclusive desenhos.

 

  1. Livros

Antes de publicados, todos os livros que circulam legalmente na China passam por vistoria da Administração Geral de Imprensa e Publicação.

 

Linguagens críticas sobre o Partido Comunista, direitos humanos ou o Tibete estão fora dos limites possíveis e acabam em fechamento das editoras responsáveis.

Notas antigas de Dólar não estão sendo aceitas em alguns países

0

Conforme já era esperado, alguns países não estão mais aceitando notas antigas de dólar, tanto na Europa, quanto Ásia e América Latina já recusam as cédulas anteriores.

 

Por isso, é extremamente importante que você esteja com notas de dólar atuais.

 

A Advanced Corretora te auxilia com este caso, comprando suas notas antigas e vendendo notas novas com ajuste especial, para que você não tenha problemas com as notas antigas de dólar fora do Brasil.

 

Como reconhecer as notas antigas de dólar?

As notas antigas de cem dólares são chamadas de ‘cara pequena’, pois a imagem do presidente Benjamin Franklin é pequena na nota. A nota nova de cem dólares tem a imagem do presidente maior, e assim é chamada de ‘cara grande’ ou ‘caruda’.

Além das notas de cem dólares, as outras notas, de 1, 5, 20 e 50 dólares também precisam ser trocadas.

Veja na imagem as diferenças das notas antigas para as notas novas de dólar:

 

Nota nova de cem dólares:

nova

 

Nota antiga de cem dólares:

antiga

 

Entre em contato com a Advanced Corretora para solucionar o caso das suas notas antigas de dólar: (11) 3065 1000.

Destinos para quem quer viajar sozinho

0

 

Está procurando destinos para fazer uma viagem internacional sozinho? Existem vários países que são muito receptivos e que você não terá nenhum problema em ir sozinho.

 

Muitas vezes, inclusive, viajar sozinho é uma opção ótima. Você terá liberdade para fazer os passeios que quiser, como quiser, e estará mais aberto a conhecer mais a cultura local, o povo e outros viajantes que estarão sozinhos.

 

Abaixo nós listamos 5 países que são boas opções para uma viagem solo e também os 5 destinos mais procurados por pessoas que viajaram sozinhas em 2016.

 

5 boas opções para você viajar sozinho:

 

1 – Nova Zelândia

Com espírito aventureiro de esportes radicais e paisagens de encher os olhos, a Nova Zelandia é o terceiro país na lista do Índice Global da Paz. O país é totalmente preparado para acolher seus muitos turistas.

Nova Zelândia, viajar sozinho

 

2 – Áustria

Outro país em que a paisagem é o ponto forte e esporte é uma atração significativa com o esquie nos Alpes, a Áustria é ‘primeiro mundo’ e turistas não passam apuros. Muita cultura e entretenimento, além de alguns dos melhores cafés e doces do mundo, aliados a violência praticamente zero. Visita segura na certa!

Viajar sozinho, Áustria

 

3 – Canadá

Um país em que o turismo não é tão comentado, o Canadá é o mais seguro das Américas para receber viajantes de outras localidades. Grande e com todo tipo de atração, seja seu perfil aventureiro ou cosmopolita, o país é totalmente preparado para receber muito bem pessoas que vem de fora.

Canadá, viajar sozinho

 

4 – EUA

Apesar de não ser tão pacifico como o Canadá, os EUA não causam tantas preocupações para quem quer viajar sozinho. País com a maior população de imigrantes do mundo, tanto as cidades quanto a população trabalham para o bom acolhimento de seus visitantes.

Estados Unidos (EUA) viajar sozinho

 

5 – Irlanda

Tido como um dos países que mais sabe receber turistas no mundo, a Irlanda tem um estilo de vida mais tranquilo, mas nem por isso deixa de ser moderna e animada. Com muitos estudantes, vários pubs e paisagens encantadoras, o país acolhe seus visitantes únicos com atenção e cuidado.

Irlanda viajar sozinho

 

5 destinos mais procurados por quem viajou sozinho em 2016:

 

Segundo dados do AIRBNB, as cidades que mais receberam visitantes estrangeiros em viagens solo no mundo foram:

 

1 – Cancun, México

Por atrair quem quer curtição em casas noturnas famosas, ou então para quem quer descansar em resorts de muita paz, descanso e ótimas atrações, ou então praias de paisagens paradisíacas, de águas lindas, limpas e de areias brancas, Cancun é um destino certo mesmo para quem quer relaxar sem companhia fixa.

Cancun, viajar sozinho

 

2 – Cidade de Ho Chi Mihn (antiga Saigon), Vietnam

8 milhões de habitantes e 5 milhões de motos. Dá para imaginar o caos, não? Um lugar onde a hospitalidade do povo local já vale a visita, Ho Chi Mihn pode ser cansativa pela constante interrupção que se tem por vendedores ambulantes, mas a cultura, arquitetura e pontos turísticos valem a visita.

ho chi minh (saigon) viajar sozinho

 

3 – Colônia, Alemanha

Onde o antigo e o moderno se misturam, Colônia foi reconstruída após a II Guerra. Tem mais de 40 museus , 244 igrejas e recebe muitas feiras e eventos anuais. Como toda a Alemanha, rica em história, é reconhecida mundialmente pela receptividade do povo.

Colonia viajar sozinho

 

4 – Playa del Carmen, México

Com atrações para o dia todo, manhã, tarde e noite, é mais um destino que atrai pela possibilidade de calmaria e agito. Em alta nos últimos anos, a Playa Del Carmen tem visuais deslumbrantes.

playa del carmen viajar sozinho mexico

 

5 – Joanesburgo, África do Sul

Com atrações realmente diferenciadas e interessantes, como o Museu do Apartheid e a Casa de Nelson Mandela, Joanesburgo também seduz pelas redondezas, onde pode-se  conhecer a vida animal em safáris e sítios arqueológicos impressionantes.

Joanesburgo viajar sozinho

 

Escolha seu destino e coragem! Conheça lugares incríveis, pessoas especiais e culturas que vão lhe proporcionar muito mais conhecimento, experiência e outra visão do mundo! Viajar, sempre!

 

Conheça 7 destinos que o turismo é solução, mas também problema

0

 

Algumas cidades turísticas famosas pelo mundo têm o turismo como uma das principais fontes de receita. Porém, o mesmo turismo que colabora demais com o desenvolvimento, ocasiona alguns problemas para quem vive no local.

 

Nos últimos tempos, com o turismo cada vez mais fácil e, consequentemente maior, os preços sobem em todos os serviços na cidade, e quem mais sente o impacto são os moradores. Assim, os governos locais têm trabalhado para desenvolver medidas que controlem o turismo, e assim não prejudiquem mais quem vive nos locais.

 

Veja abaixo os casos de algumas cidades famosas que estão tentando controlar os problemas:

 

1 – Barcelona

Uma das primeiras ações foi o congelamento da licença para novos hotéis e apartamentos de aluguel para férias. Novos impostos ao turismo foram criados, e estão sendo feitos estudos para limitar o número de visitantes. A atual prefeita luta contra o crescimento do turismo.

barcelona-destino-turismo

 

2 – Veneza

A cidade inicial e oficialmente proibiu a abertura de novos restaurantes. E é cada vez maior o número de relatos de visitantes indicando insatisfação com a receptividade dos locais.

Veneza turismo Italia

 

3 – Amsterdã, Holanda

Amsterdã também não tem feito mais campanhas para atrair um número maior de turistas, pelo contrário, a cidade está trabalhando para trazer ‘melhores turistas’, como afirmou o chefe de marketing do governo da cidade. Outra preocupação apontada é com companhias aéreas de baixo custo, que levam turistas mais preocupados com festas e bagunça.

Amsterda Holanda Turismo

 

4 – Santorini, Grécia

A ilha de Santorini teve que tomar uma medida mais dura, agora possui um limite do número de turistas que chegam em cruzeiros turísticos. Isso porque no ano passado o porto atingiu o limite da sua capacidade máxima, e as autoridades resolveram reagir.

Santorini, Grécia turismo

 

5 – Cinque Terre, Itália

Eleita Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a Cinque Terre passou a controlar os turistas com um sistema de ingressos. Após atingir o limite de turistas, é impedido o acesso de qualquer visitante.

Cinque Terre, Itália - turismo

 

6 – Butão

Visando preservar as paisagens e cultura diferenciadas, e que são os maiores atrativos de turistas, o país decidiu estipular um valor diário para o turista se hospedar. Este valor pode chegar a US$ 250 por pessoa.

Butão, turismo, paisagem

 

7 – Ilhas Koh Khai, Tailândia

As Ilhas Koh Khai são outro local que teve que controlar o limite de turistas. Desde o ano passado foram proibidas viagens diárias para as ilhas, por conta da degradação de mais de 80% dos corais e recifes das ilhas.

Ilhas Koh Khai, Tailândia

 

Você já foi para algum desses países? Como foi a experiência? Conte para a gente.

13 lugares para fazer uma viagem internacional de aventura

0

 

  1. Montanha Kjerag, em Lysefjord, Noruega

Na montanha tem uma rocha de 5 m³ presa em uma fenda a mais de 1.000 metros de altura. Para chegar é necessário fazer uma trilha de aproximadamente 2 horas.

 

Montanha KjeragBolten Rocha Noruega

 

 

  1. Penhasco La Quebrada Cliffs, em Acapulco, México

O Penhasco de La Quebrada Cliffs, está a 136 metros acima do Pacífico, e além de ser um lugar de muita beleza, é cobiçado por mergulhadores para saltos no mar. Vale a ressalva, é um salto bastante perigoso.

 

Penhasco La Quebrada Mexico

 

 

  1. A Formula Rossa, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

Dentro do parque temático da Ferrari, existe a montanha russa considerada a mais rápida do mundo. A Formula Rossa chega a 240 km/h, e é um local de peso para quem gosta de aventura.

 

Formula Rossa Montanha Russa Ferrari Dubai

 

 

  1. Gravity Canyon Flying Fox, em Taihape, Nova Zelândia

A visita vale para viver a experiência de uma tirolesa como nenhuma outra no mundo. Com uma linha de mais de um quilômetro, voando acima de um rio e atingindo 160 km/h, não é para qualquer um.

 

Canyon Flying Fox, Taihape, Nova Zelândia

 

 

  1. Futaleufu, Chile

A cidade de Futaleufú tem um rio onde a prática de rafting é bastante conhecida. O rio é muito grande e tem trechos bastante desafiadores para quem gosta de aventura.

 

Futaleufu, Chile, rafting

 

 

  1. Kingda Ka, Jackson Township, em New Jersey, EUA

Kingda Ka é a montanha russa mais alta do mundo, com 139 metros (altura de um prédio de 40 andares) e a segunda mais rápida, chegando a 206 km/h. O passeio tem 950 metros de comprimento.

 

Kingda Ka, Jackson Township, em New Jersey

 

 

  1. Monte Everest, no Nepal

O Monte Everest é bastante atraente para escalada por alpinistas. Com duas rotas principais, o Monte pode ser escalado pelo Nepal ou pelo Tibete. Outro esporte em que a aventura que pode ser inesquecível é o Sky dive, mas este só é liberado 4 vezes por ano.

 

Monte Everest

 

 

  1. Subida ao Mount Hua Shan, na província sul de Shaanxi na China

Considerada como uma das caminhadas mais terríveis do mundo, as trilhas do Monte Hua Shan consistem em escadarias íngremes, subidas verticais e um rastro de tábuas largas parafusadas à montanha.

 

Mount Hua Shan, China

 

 

  1. Mergulho na Caverna Devil’s Eye na Flórida

A caverna Devil´s Eye, na Flórida, é um local emocionante para quem gosta de mergulhar. Com acesso por uma pequena fenda, e com alto fluxo de água, a entrada não é dos mergulhos mais simples.

 

Caverna Devil Eye, florida

 

 

  1. Volcano Boarding em Cerro Negro, na Nicarágua

O vulcão Cerro Negro, ativo em León, na Nicarágua, é uma atração para quem gosta de esportes de aventura. Depois de caminhar por 45 metros e 2.388 metros subindo o vulcão, os aventureiros podem descer de snowboard e atingir quase 70 km/h na descida da colina.

 

vulcão Cerro Negro, León, na Nicarágua

 

 

  1. Heliskiing em British Columbia, Canadá

O esqui para quem realmente não tem medo do esporte. O topo da montanha só é acessível por helicóptero, e a descida é muita adrenalina!

 

Heliskiing, Canadá

 

 

  1. Bungee Jumping na AJ Hackett Macau Tower, na China

A torre de Macau, chamada AJ Kackett Macau Tower, é o décimo maior edifício do mundo, e lá você pode participar do maior Bungee Jump do planeta. Com 230 metros de altura, realmente não é para qualquer um.

 

Macau Tower

 

 

9 dicas para economizar em uma viagem internacional

0

Fazer uma viagem internacional é o desejo de 9 entre 10 pessoas. Economizar também é uma pretensão da maioria dos viajantes. Listamos abaixo 9 dicas importantes que ajudam a ter uma boa sobra de dinheiro, ou então um investimento (viajar é sempre um investimento) menor no momento da viagem.

 

1 – Atenção na hora de comprar moeda estrangeira

Comprar dinheiro em espécie é a forma mais barata para levar dinheiro em uma viagem internacional. Pode não ser a mais segura, mas é uma forma para economizar.

 

Compre a moeda estrangeira aos poucos e com antecedência, assim você evita comprar quando tiver com uma alta cotação.

 

2 – Evite viajar na alta temporada

Dezembro, janeiro, fevereiro, junho, julho e agosto são meses de alta temporada, com maior procura por hotéis, passagens aéreas e, consequentemente, alimentação e compras. É o momento que companhias aéreas, hotéis, lojas, restaurantes e todo o restante tem para faturar mais e garantir a sobrevivência nos tempos de vacas magras.

 

3 – Planeje o seu roteiro com antecedência

Planejar sua viagem com antecedência vai permitir reservar hotéis com preços mais baixos, passagens aéreas com menores valores e também permite que você vá comprando a moeda estrangeira com antecedência e aos poucos, evitando comprar tudo de uma vez com o risco de adquirir o dinheiro em um momento de alta cotação.

 

4 – Diminuir a categoria do hotel

Pensar em ficar sempre em uma categoria mais simples nos hotéis pode dar uma diferença significativa ao final da viagem de 15, 20 dias. Mesmo que a diferença de um quarto para o outro seja de 10 dólares, ao final de 20 dias você economizará 200 dólares, que transformados em reais vão te ajudar demais!

 

5 – Tomar o café da manhã no quarto do hotel

Vários hotéis fora do Brasil cobram uma diária maior para incluir o café da manhã na sua estadia. Uma forma de economizar pouco, mas que no montante final será significativo, é você comprar alimentos para o café da manhã em supermercados, e reservar as diárias sem café.

 

6 – Use e abuse do transporte público!

A imensa maioria das cidades brasileiras tem um transporte público de baixa qualidade. Fora do Brasil, principalmente nos países de primeiro mundo, ônibus, metrôs e trens funcionam maravilhosamente bem, e é muito mais barato você se locomover com transporte público do que com um carro alugado, e ainda tendo que pagar gasolina e estacionamento, não é verdade?

 

7 – Elaborar uma lista de compras detalhada ainda no Brasil

Programe suas compras. Liste o que você precisa realmente comprar. Muitas vezes a oferta é alta em alguns países, e você pode acabar caindo no gostinho de comprar mais. No final das contas vai gastar o que não devia.

 

8 – Utilizar cupons de desconto

Nos EUA e principais países da Europa, os cupons de desconto existem e funcionam muito bem! Você encontra passeios, parques, restaurantes pelo metade do preço. Informe-se e aproveite para economizar.

 

9 – Incluir passeios gratuitos no roteiro de viagem

Nem só de pontos turísticos pagos são feitas as cidades do mundo, muito pelo contrário. Há tanta coisa para ser visitada, vista, aproveitada sem que você precise colocar a mão no bolso! Pesquise sobre as cidades que irá visitar e programe alguns dias de passeios gratuitos. É um bom momento para gastar menos.

 

Tem mais alguma dica que você costuma utilizar? Conte para nós!

 

Na hora de comprar a moeda estrangeira, não esqueça de falar com quem mais entende do assunto, Advanced Corretora!

Quanto levar de dinheiro para uma viagem internacional?

0

 

Uma das dúvidas mais frequentes das pessoas ao viajarem para o exterior é sobre quanto de dinheiro deve-se levar ao exterior.

 

Essas dúvidas acontecem por uma série de fatores, desde o valor limite que se pode levar, até quanto a pessoa precisará de dinheiro fora do Brasil.

 

Começando do mais fácil, com uma situação que causa dúvidas em muita gente:

 

Existe um valor mínimo ou máximo?

Quando você chega em outro país, as autoridades da imigração de muitos deles questionam quanto você possui de dinheiro para passar o período estipulado no país. Não existe um valor mínimo e nem máximo, porém, logicamente ninguém passará 10 dias em um país com 100 dólares e nem com 10 mil dólares. Portanto, calcular o valor que você vai realmente utilizar é importante desde a chegada ao país.

 

Então, como calcular um valor aproximado para levar ao exterior?

 

Como calcular um valor aproximado?

O primeiro passo é listar todos os gastos que você já conhece, com hotel e outras atividades que você pretende fazer, como passeios, visitas a museus, parques, shows, etc. O próximo passo é estimar quanto você precisará diariamente para comidas, transporte,compras  e coisas do tipo.

 

Pesquisar o valor médio para alimentação nas cidades onde você estará hospedado é uma forma de começar a mapear este ponto. Alguns sites dão essas estimativas, e usuários também costumam passar essas informações no TripAdvisor, ou então no Numbeo, que informa preços de alimentação e transporte em várias cidades do mundo. Aliás, transporte é outro ponto importante para levantamento. Usar carro ou transporte público diferencia muito o preço.

 

Depois de chegar em um valor médio, considere levar uma quantia maior, para ter de reserva. As vezes um imprevisto no final da viagem pode se tornar uma grande dor de cabeça para levantar dinheiro novamente.

 

Sobre impostos

Algumas pessoas também não sabem que é preciso declarar o montante de dinheiro que está levando para sua viagem à outro país. Caso essa quantia seja alta, é essencial ficar atento à algumas regras para evitar dores de cabeça ao passar pela alfândega.

 

O fato do alto custo envolvido em transações com cartões de crédito/débito, cheques de viagem (traveller checks) e cartões pré-pagos faz com que os turistas prefiram optar por dinheiro “vivo” para pagar as despesas durante os dias em outro país – uma vez que a taxa do IOF é mais baixa.

 

De acordo com as regras impostas pelo Conselho Monetário Nacional e Secretaria da Receita Federal, não existe um limite de valor em dinheiro em espécie para levar em viagens internacionais. Porém, quando essa quantia ultrapassa de R$ 10.000,00 (dez mil reais), ou o equivalente em outra moeda, é necessário declará-la, principalmente, por medidas de segurança.

 

Há duas situações em que existe a necessidade de declarar à Receita Federal:

 

– O viajante que ingressar no País ou dele sair com recursos em espécie, em moeda nacional ou estrangeira, em montante superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou o equivalente em outra moeda.

 

Ou seja, todo e qualquer viajante que entrar ou sair do país precisa preencher a Declaração de Entrada de Bens e Valores.

 

10 cidades do mundo onde a cerveja é mais cara

0

 

Férias, alegria, viagem, sem dieta e aproveitando tudo o que a vida tem de melhor. Um dos prazeres do mundo são comidas e bebidas, e você sabe quais são as cidades do mundo em que a cerveja é mais cara?

 

Um levantamento realizado pelo Deutsche Bank, e apresentado no relatório anual “Mapping the Worldqs Prices” (Mapeando os preços do mundo, em tradução literal), que lista o preço médio de vários produtos e serviços pelo mundo, apontou o preço médio de 500 ml de cerveja nas principais cidades do mundo, e assim chegou ao ranking das 10 cidades do mundo onde a cerveja é mais cara.

 

Veja abaixo a lista com o preço médio das cervejas em dólares:

 

  1. Oslo (Noruega) – 9,9
  2. Singapura (Singapura) – 9,0
  3. Hong Kong (Hong Kong) – 7,7
  4. Nova York (EUA) – 7,4
  5. Boston (EUA) – 7,2
  6. Paris (França) – 7,0
  7. Estocolmo (Suécia) – 6,9
  8. Zurique (Suíça) – 6,7
  9. Melbourne (Austrália) – 6,7
  10. Auckland (Nova Zelândia) – 6,5

 

Caso você queira economizar nas cervejas da sua viagem, procure comprar em supermercados, pois os preços são mais baixos.

Como comprar passagem aérea mais barata

0

 

A passagem aérea para uma viagem internacional é um dos maiores custos do passeio para fora do país.

 

Economizar na compra das passagens é o objetivo da imensa maioria dos viajantes. E como economizar para comprar passagem aérea mais barata é uma arte que exige paciência e conhecimento a respeito dos caminhos.

 

Veja algumas dicas de como conseguir passagens com os melhores preços.

 

  • Dias e horários

Alguns dias e horários são reconhecidos como os de menor preço. Alguns levantamentos indicam que terça, quarta, quinta-feira e sábado são dias de menor procura para viagens, e assim os preços acabam sendo menores.

 

Existem também horários de partida que possuem menor procura, e assim é possível economizar mais um pouco. Entre 10 e as 16 horas, são menos pessoas que buscam viajar, e isso força as companhias aéreas melhorarem os preços por menor concorrência.

 

  • Temporada

Alguns meses são sempre considerados de alta temporada, dezembro, janeiro e julho. Pois são as épocas de verão.

 

Quando você procurar passagens para destinos que estejam no verão, os preços estarão mais salgados. Atente-se a isso também.

 

  • Antecedência

Normalmente comprar as passagens entre 3 e 4 meses antes da data prevista é o período mais indicado para adquirir sua passagem. O preço começa a aumentar gradativamente quanto mais se aproxima a data da viagem.

 

Um levantamento aponta os períodos ideias para comprar passagem mais barata para diferentes regiões, veja abaixo:

 

EUA e Canadá – 47 dias de antecedência

Caribe – 144 dias de antecedência

América Latina – 96 dias de antecedência

México – 251 dias de antecedência

Europa – 276 dias de antecedência

África – 262 dias de antecedência

Oriente Médio – 213 dias de antecedência

Ásia – 318 dias de antecedência

Oceania – 244 dias de antecedência

 

  • Flexibilidade de datas

Um erro que muita gente acaba cometendo é não flexibilizar as datas de saída e chegada, nem os períodos do dia.

 

Os preços sofrem variações que podem ser significativas mudando alguns dias para partir ou para chegar. É preciso fazer a pesquisa com os dias próximos, pois as oportunidades podem ser muito boas.

 

  • Promoções

As companhias aéreas costumam fazer promoções aos finais de semana e feriados. Essas promoções iniciam na madrugada e possuem valores muito mais em conta para a compra das passagens.

 

A partir do momento que você já sabe que irá viajar, separe o dinheiro e inicie a busca pela passagem. Pesquise e reconheça o valor médio das passagens para o seu destino, e passe alguns dias acompanhando as companhias e promoções que surgirão.

 

  • Comparativos

Outra boa opção para encontrar passagens mais baratas é através de comparativos de preços de passagens aéreas. Já existem vários no mercado.

 

O único cuidado que se deve ter neste caso é que alguns podem cobrar taxas que no fim a economiza pode não existir. Atenção.

 

  • Aplicativos para acompanhamento de preços

Existem também aplicativos que podem fazer um papel de busca por passagens mais baratas para você. Você cadastra o destino, a época da viagem, a rota e o preço máximo que quer pagar, e o aplicativo te mostra as opções. Alguns deles te avisam quando existe variação de preço, para mais ou para menos.

 

  • Milhas

Use as milhas, elas ajudam! Mas seja esperto.

 

Alguns destinos acabam solicitando muitas milhas por serem mais procurados. Porém, outros, mais distantes e mais caros, muitas vezes solicitam a mesma quantidade de milhas que o anterior, pois são menos procurados.

 

Portanto, use suas milhas em viagens mais incomuns, em que a distância é maior e o preço também! Nos destinos mais curtos você pode achar promoções em horários alternativos, e os destinos longos mesmo que encontre, o valor não será tão barato!

 

Vai viajar para o exterior?

 

– Veja a melhor forma de levar seu dinheiro: espécie, cartão de crédito ou cartão pré-pago?

 

– Precisando comprar moeda? Fale com a gente! A Advanced Corretora resolve todos os seus problemas quando o assunto é câmbio.

Como economizar para comprar moeda estrangeira

0

 

Quando você vai viajar para fora do Brasil, um dos momentos mais importantes é o da compra da moeda estrangeira. E com o país em crise, com a moeda valendo menos e a volatilidade do câmbio, todos querem economizar o máximo possível no momento de comprar Dólar, Euro, Libra ou outra moeda.

 

Como temos uma equipe de especialistas em câmbio, conseguimos desenvolver um conteúdo especial que indica as melhores formas de economizar na compra da moeda estrangeira.

 

1 – Não tenha pressa
Sua busca é por economizar? Então evite comprar a moeda de uma só vez. O câmbio muda diariamente, acontecimentos políticos e financeiros pioram ou melhoram a cotação, portanto, compre em algumas vezes. Um dia você vai acabar pagando mais do que em outro, mas no geral você vai chegar em uma média aceitável.

 

Esta forma não funciona apenas com viagens que estão mais distantes. Claro, quanto mais tempo você tiver para a viagem, maior a chance de economizar, mas também com viagens planejadas para trinta dias a frente você pode comprar um pouco por semana.

 

No período que antecede a viagem e a compra, é importante acompanhar a cotação do dólar diariamente, e assim aproveitar as melhores oportunidades.

 

2 – Quanto mais comprar, melhor a taxa
Quanto maior a compra, melhor a taxa, ou seja, se você comprar quinhentos dólares, vai encontrar uma cotação maior do que se comprar três mil dólares.

 

E aí você questiona: ‘se é para comprar em algumas vezes e em pequenas quantias, essa dica acaba não funcionando’. Aqui entra uma nova orientação: procure e converse com amigos que irão comprar moeda estrangeira e façam a aquisição juntos.

 

3 – Cuidado com lojas físicas em locais turísticos ou cheio de turistas (aeroporto, por exemplo)
Evite ao máximo comprar moeda em casas de câmbio localizadas em pontos turísticos, ou em locais com muitos turistas, como aeroportos. Sabendo da necessidade mais urgente da aquisição, as lojas de câmbio nestes locais trabalham com taxas altas, muito acima do que você pode encontrar em outros pontos.

 

Caso você precise comprar moeda e não tenha planejado com antecedência, entre em contato com corretoras que entreguem a moeda em casa, aqui no Brasil. O processo todo pode ser feito até de um dia para o outro, dependendo dos horários, e você receberá a moeda onde preferir.

 

Para comprar a moeda no país de destino da sua viagem, pesquise, peça indicações de casas de câmbio, e lembre-se, sempre fora do aeroporto.

 

4 – Evite fazer câmbio em cima de câmbio
Você vai viajar para mais de um país e as moedas são diferentes? O ideal é você se planejar e comprar tudo com antecedência. E a nossa principal dica é: use o cartão pré-pago Multi-Moeda MasterCard, que você encontra aqui na Advanced.

 

Não fez isso? O que você não deve fazer é ir para um país com todo o seu dinheiro na moeda local. Por exemplo, você vai para a Inglaterra e leva todo o dinheiro em Libras Esterlinas, e depois vai para a Espanha e lá troca tudo por Euro. Dessa maneira você fará dois câmbios diferentes, sendo taxado duas vezes.

 

5 – Procure levar pelo menos uma quantia em cartão pré-pago
Aqui a dica é, também, por segurança. Viajar com todo o dinheiro em espécie pode ser inseguro. Um roubo, furto, o levará a perder um valor que não será recuperado mais. E aí o prejuízo é grande, e toda a economia realizada anteriormente vai para o brejo.

 

Viajar com um cartão pré-pago internacional Multi Moeda é uma alternativa que te deixa seguro e tranquilo, pois caso aconteça de perder o cartão, você poderá receber outro com a mesma quantia carregada no momento da perda.

 

É uma questão de segurança que gera economia!

 

No momento de adquirir sua moeda estrangeira não esqueça da Advanced Corretora, nós temos profissionais especializados em te ajudar a economizar e encontrar a melhor solução para você!

 

Até a próxima!